AS MULHRESE

Mulheres participam do encontro indígena em Porto Velho (Foto: Matheus Henrique/)

A comunidade indígena de Rondônia se reuniu, nesta quinta-feira (28), para o 1° Encontro de Mulheres Indígenas do estado. A ideia, segundo os organizadores, é debater assuntos relacionado às comunidades. O encontro acontece até 30 de julho com palestras no Centro de Formação da Kanindé, Zona Rural de Porto Velho. Ao todo, 44 líderes de 27 terras indígenas participam do evento.
Organizadores disseram que o objetivo do encontro é discutir assuntos relacionados ao direito da mulher e levar métodos para aplicá-la em cada comunidade. O evento ajuda a fortalecer a cultura e valorização feminina nas aldeias.Para Olivia Cabixi, que faz parte da aldeia Pedreira, o evento está sendo um marco no estado. A aldeia dela fica fica localizada a 400 km do município de Guajará-Mirim.
“O encontro para mulheres indígenas é importante porque temos uma menor participação nas reuniões dos homens. As mulheres são muito tímidas e existe o receio de estar no meio dos homens. Agora temos a oportunidade de ganhar voz na comunidade”, disse a participante de 39 anos.
A coordenadora de projeto Ivaneide Bandeira, explica que o encontro ajuda as mulheres a entender seus direitos diante a sociedade. “Estamos trabalhando a questão dos direitos delas, do território, direito a ter uma saúde e uma educação de qualidade”, explica