WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

secom bahia

agosto 2016
D S T Q Q S S
« jul   set »
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  


:: ago/2016

CIMI – Relatório evidencia situações de confinamento e segregação racial de indígenas na região Sul

A RACIAL

*CIMI

Em uma escola no Rio Grande do Sul, crianças indígenas são incentivadas a escrever redações sobre a origem de sua aldeia e as histórias de suas famílias. Semanas depois, as redações são utilizadas – sem que crianças ou pais soubessem – em uma audiência pública em outro município, como “provas” de que sua terra não seria tradicional. Em outro município, duas gestantes indígenas buscam assistência hospitalar para realizar o parto, não são atendidas e acabam perdendo seus bebês. :: LEIA MAIS »

Ufopa abre inscrições para o processo seletivo indígena 2016

leo

O Processo Seletivo Especial Indígena (PSEI) da Universidade Federal do Oeste do Pará (Ufopa) abriu nesta sexta-feira (26) inscrições para 79 vagas nos cursos de graduação, sendo 75 vagas para Santarém e quatro para Oriximiná. As inscrições são gratuitas e serão realizadas até 12 de setembro de 20116 na página da universidade.

Destinado à seleção diferenciada de candidatos indígenas para o provimento de vagas nos cursos de graduação da Ufopa, o PSEI é executado pela Comissão Especial do Processo Seletivo Especial Indígena, composta por integrantes indígenas e não indígenas.  :: LEIA MAIS »

Competições em Copacabana divulgam esporte e cultura indígenas

a olimpiada indigena

Apresentação sociocultural de esporte indígena na Arena Esporte e Lazer do Ministério do Esporte, na praia de Copacabana. Na foto, apresentações de corrida com maraká, arremesso de lança, arco e flecha, do Povo Pataxó, da Bahia Tânia Rêgo/Agência Brasil

Esportes indígenas tomaram conta hoje (25) das areias da Praia de Copacabana. Índios e índias com roupas típicas, pintados a caráter e enfeitados com penas e cocares mostraram ao público suas competições ancestrais. :: LEIA MAIS »

Povo Pataxó da T.I Comexatibá sofre atentado e ameaças de despejo forçado da aldeia Cahy

IMG-20160119-WA0019IMG-20160119-WA0021

O povo Pataxó da Terra Indígena Comexatibá, antiga Cahy-Pequi, na Bahia, sofreu nesta segunda-feira, 22, um novo atentado. Homens não identificados pelos indígenas atearam fogo em uma ponte que passa sobre o rio do Peixe Grande e única forma de se entrar e sair da aldeia Cahy. Durante a ação, os criminosos realizaram vários disparos de arma de fogo para assustar os indígenas. O terror imposto aos Pataxó do Prado, como são historicamente denominados, ocorre de forma intermitente há ao menos três anos. :: LEIA MAIS »

Índios de Alagoas acompanham no Recife audiência em tribunal federal

A ACOMPANHAMENTO D PROCESSOS

No início da manhã, índios cantaram e dançaram na frente do TRF-5.
Grupo acompanha a sessão para definir demarcação de terras em AL.

Índios da tribo Kariri Xocó, do interior de Alagoas, estiveram no Tribunal Regional Federal da 5ª Região (TRF-5), no Centro do Recife, para acompanhar um julgamento de demarcação de terras no município alagoano de Porto Real. Ao todo, quatro representantes da tribo acompanharam a sessão, iniciada às 9h desta quinta-feira (25), mas outros moradores da aldeia aguardam o resultado do lado de fora da sala. :: LEIA MAIS »

Exposição tem índio com uma câmera na mão e tudo que a luta pela terra significa

a foto exposição

Fotografia na retomada Ñanderu Marangatu. Neste dia, conflito matou indígena Semiâo Vilhalva. (Foto: Dionedison Terena)

Com imagens que dispensam palavras, o fotógrafo Dionedison Terena mostra a resistência cultural e a luta pela terra em Mato Grosso do Sul. O trabalho é diferente porque tem o olhar de uma das partes envolvidas nesse conflito. Dionedison nasceu na aldeia Bananal, em Aquidauana.

Na exposição “Noneti – Uma câmera, um índio e 500 anos de opressão”, estão 25 fotografias registradas durante mobilizações das comunidades terena e guarani pela demarcação de territórios tradicionais na região de Caarapó, Aquidauana e Antônio João. A luta chegou até Brasília, que também foi capturada pelas lentes de Dionedison. :: LEIA MAIS »

Coletânea resgata passado e presente dos povos indígenas em São Paulo

manifestação cultural

De acordo com o recenseamento realizado em 2010 pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), 41.981 índios vivem em aldeias e em áreas urbanas no estado de São Paulo. Em ‘Povos indígenas em São Paulo: novos olhares’, lançamento da EdUFSCar, Amanda Cristina Danaga e Edmundo Antonio Peggion reúnem estudos recentes sobre os povos indígenas que habitam ou habitaram tanto o litoral quanto o interior paulista, apresentando um panorama da história e da atualidade dessas populações que resistiram e ainda resistem na defesa de seus direitos e de seus modos de vida. :: LEIA MAIS »

Maternidade em Tabatinga inaugura espaço reservado para parturientes indígenas

a creche indigena

A Maternidade Enfermeira Celina Villacrez Ruiz, localizada no município de Tabatinga (a 1.105 quilômetros de Manaus em linha reta) inaugurou, na segunda-feira (22), uma sala destinada ao atendimento exclusivo de parturientes indígenas da calha do Alto Solimões. A unidade é vinculada à Secretaria de Estado de Saúde (Susam) e faz parte da rede estadual de saúde, mantida pelo Governo do Amazonas, no interior.

O local vai beneficiar parturientes das etnias Tikuna, que é a maior tribo indígena do Brasil, Kocama, Kaixana, Kanamari, Kambeba, Witoto e Maku-yuhup, todas predominantes da região do Alto Solimões. :: LEIA MAIS »

Cacá Colchões garante que vai reajustar salário do servidor municipal em 2017

a caca

Cacá tem conversado com Rodrigo Cardoso, que tem grande experiência como sindicalista.

Candidato a prefeito pela Coligação Avança Ilhéus, Cacá Colchões, anunciou hoje (23) que vai dialogar com os sindicatos representantes do funcionalismo público municipal, com o objetivo de, a partir do ano que vem, descongelar os salários dos cerca de cinco mil funcionários da Prefeitura. “Farei esta conversa, imediatamente”, assegura.

Segundo Cacá, que é o atual vice-prefeito de Ilhéus, esta medida será possível graças às medidas saneadoras implementadas pela atual gestão, na área do ajuste fiscal. Ele lembra que o atual governo herdou a Prefeitura em crise grave crise administrativa, cheia de débitos e atraso de salários nos meses de novembro e dezembro de 2012 e do décimo terceiro, na folha de pessoal. “O pior já passou. Vencemos este desafio”, salienta. :: LEIA MAIS »

PNUD apoia debate sobre gestão ambiental e territorial indígena em Brasília

A A CHEGADA DA CAMINHADA NO CURURUPE

Tupinambá de Olivença, realizam ações de proteção ao meio ambiente

Evento debateu conquistas do Projeto GATI, que tem como objetivo promover a conservação da biodiversidade por meio do fortalecimento de gestão, do uso sustentável e da conservação dos recursos naturais pelos povos indígenas em seus territórios. Iniciativa tem, entre seus parceiros, o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD).

A Fundação Nacional do Índio (FUNAI) promoveu na semana passada (18 e 19) seminário do Protejo GATI (Gestão Ambiental e Territorial Indígena): Aprendizagens e Perspectivas, em Brasília, para discutir e apresentar os resultados de sete anos de implementação da iniciativa em 32 terras indígenas localizadas em cinco biomas brasileiros localizadas em cinco biomas brasileiro.

O projeto tem como objetivo promover a conservação da biodiversidade por meio do fortalecimento de gestão, do uso sustentável e da conservação dos recursos naturais pelos povos indígenas em seus territórios. Para isso, conta com parceria entre movimento indígena brasileiro, FUNAI, Ministério do Meio Ambiente (MMA), The Nature Conservancy (TNC), Fundo Mundial para o Meio Ambiente (GEF) e do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). :: LEIA MAIS »



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia