WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

academia vip

maio 2017
D S T Q Q S S
« abr   jun »
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  


:: mai/2017

                          ACAMPAMENTO NEW

Abin espionou indígenas e ONGs

Lideranças Indígenas durante ocupação do principal canteiro da construção da usina de Belo Monte, no Pará

O governo entre os anos de (2011-2016) investigou, por meio da Abin (Agência Brasileira de Inteligência), líderes indígenas e organizações não governamentais contrários a grandes empreendimentos na Amazônia, como as usinas de Belo Monte e Tapajós.

Relatórios da Abin tiveram seu sigilo levantado e foram transcritos no texto final da CPI da Funai e do Incra por decisão do relator, Nilson Leitão (PSDB-MT), coordenador da Frente Parlamentar da Agropecuária do Congresso.

O tucano não questionou a espionagem; pelo contrário, utilizou trechos dos papéis em seu relatório, que pede o indiciamento de dezenas de índios, antropólogos e procuradores que atuam em defesa dos direitos indígenas. :: LEIA MAIS »

Entenda o conflito indígena no Brasil

Fonte: Carta Educação. *Beatriz Drague Ramos

No último domingo, 30 de abril, indígenas da etnia gamela sofreram ataques de homens munidos de armas de fogo e facões no município de Viana, no Maranhão. O episódio deixou cerca de 13 indígenas feridos. Dois chegaram a ter as mãos as mãos decepadas e cinco foram baleados, segundo o Conselho Indigenista Missionário (Cimi). No mesmo dia do ataque, em entrevista à rádio Maracu, o deputado federal Aluísio Guimarães Mendes Filho (PTN-MA) intitulou o povo gamela de “pseudoindígenas”. O governo do Maranhão afirma que apenas cinco ficaram feridos e que irá investigar o caso de envolvimento de políticos no crime. :: LEIA MAIS »

Tecnologia: Ilhéus sedia megaevento e se torna capital baiana da inovação

A A A A A A A

Ilhéus, de 17 a 19 de maio, vai se tornar a capital baiana da inovação. Com o apoio da Secretaria Estadual da Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti), a Nave de Inovação Bahia Sustentável (Nibs) aterrissa no município do Sul do estado, trazendo uma densa programação, inclusive a transmissão, em tempo real e com tradução simultânea, do Google I/O, evento de tecnologia anual que acontece na sede da Google, na Califórnia.

Na terceira edição da Nibs, o público e os participantes vão poder conferir palestras sobre e-commerce e startups. Serão realizados, também, campeonatos de jogos, inclusive do famoso League of Legends, e até de programação, por meio de um hackathon. Como se não bastasse, a programação ainda conta com uma exposição de produtos do segmento de realidade virtual, softwares, hardwares e inovação tecnológica, bem como com a Chocotech, que apresenta novidades em inovação e tecnologia para o cultivo de cacau e produção de chocolate. :: LEIA MAIS »

I Fórum de Cultura Indígena é aberto em Aracaju

Primeiro dia de programação foi marcado por palestras

 Foi aberto nesta quinta-feira, 11, o I Fórum Sergipano de Cultura Indígena, realizado pela Prefeitura de Aracaju, através da Fundação Cultural Cidade de Aracaju (Funcaju). O evento acontece no Centro Cultural de Aracaju, com apoio a Associação Nacional de História (ANPUH/SE). O primeiro dia de programação foi marcado pelas palestras ‘Contribuição ao estudo dos índios em Sergipe’, com a pesquisadora Beatriz Góis Dantas, e ‘A nação Xokó: memórias e histórias de um povo indígena de Sergipe’, do embaixador da Tribo Xokó, Apolônio Xokó, além da exibição do documentário ‘Índios e Missionários no Sertão Sergipano’, de direção de Edson Júnior e Renato Mariano. :: LEIA MAIS »

Ernesto Neto: ‘Os índios são vítimas por estarem no caminho das motosserras’

Artista viajou com os huni kuin para apresentar a instalação ‘Um sagrado lugar’ na Bienal d Veneza

Os povos da floresta estão sofrendo com as ações do governo brasileiro, do Congresso e do Judiciário justamente por estarem no caminho dos tratores e das motosserras. Estamos dando um tiro na testa ao permitirmos mais esta agressão contra os índios, tenho certeza de que dentro da sabedoria e da ciência deles está a saída para esta dor e o sofrimento em que a Humanidade está mergulhada. As imagens da polícia reprimindo o protesto dos índios em frente ao Congresso Nacional é uma das maiores brutalidades a que assistimos nos últimos tempos. Ali, podemos nos perguntar: quem são os civilizados nessa história? :: LEIA MAIS »

RR: Índios da Comunidade Anzol aguardam demarcação

Tuxaua Arão (de vermelho) foi reconhecido como liderança da comunidade. (Foto: Jorge Macêdo/Amazônia Real)

Anúncio da demarcação provocou demissão de secretário do Índio, Ingarikó, que já foi reconduzido ao cargo (Foto: Jorge Macêdo/Amazônia Real)

A Justiça Federal em Roraima determinou no último dia 31 de março que a Fundação Nacional do Índio (Funai) inicie o procedimento de demarcação das terras da Comunidade Indígena Anzol, onde vivem 14 famílias das etnias Macuxi e Wapichana, na região do rio Murupu, na capital Boa Vista. A Funai terá que concluir a demarcação em até cinco anos, conforme determinou em sentença à juíza Luzia Farias da Silva Mendonça, da 4ª Vara da Justiça Federal. A decisão cabe recurso, mas até o momento a fundação não se manifestou. :: LEIA MAIS »

Um partido vira “dono da Funai”. E mãos de indígenas são cortadas no MA

Indígenas Gamela da aldeia Cajueiro Piraí, localizada em território retomado em 2015 (*) Spensy Pimentel/Uol (Foto: Ana Mendes/CIMI) 

Ainda aguardamos os detalhes, mas já é possível tirar algumas conclusões a partir do episódio ocorrido em Viana (MA), em que uma aldeia do povo Gamela em área de retomada foi covardemente atacada por um grupo de homens armados. Seguem internados, e o número de feridos foi de, pelo menos, 13 pessoas. Ao site Amazônia Real, Inaldo já havia relatado ontem que eram mais de 200 pessoas os agressores e qualificou o ataque de “linchamento”

:: LEIA MAIS »

MA: PISTOLEIROS ATACAM E DECEPAM MÃOS DE ÍNDIOS

O conflito também é relacionado ao movimento de “corta de arame”

Um grupo de indígenas Gamelas foi atacado por pistoleiros na tarde deste domingo (30), no povoado de Bahias, município de Viana (MA). Segundo dados parciais do Conselho Indigenista Missionário (CIMI), ao menos cinco foram atingidos com arma de fogo, estando internados em estado grave no hospital Socorrão 2, em São Luís, sendo que dois tiveram também as mãos decepadas. Chega a 13 o número de feridos a golpes de facão e pauladas. Não há, até o momento, a confirmação de mortes. :: LEIA MAIS »



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia