Teve início na terça (22), a oitava etapa do Fórum de Educação Indígena da Bahia (FORUMEIBA),  na Aldeia Acuípe de Baixo em Olivença, Ilhéus, no Centro Cristão de Recriação (CECRE), e termina hoje (sexta), (24). Durante o evento mais de 700 indígenas entre cacique, lideranças e professores indígenas de toda a Bahia, discutem além da educação indígena e seus desafios, debatem a  saúde, políticas publicas, direito indígena, dentre outros assuntos além de apresentações culturais e venda de artesanato. Também conta com a participação de várias autoridades das esferas municipal estadual e federal, e parlamentares.O Secretário Estadual de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social (SJDHDS), Carlos Martins.  disse que, neste encontro, deverão ser elaboradas algumas resoluções que serão encaminhadas ao secretário de Educação da Bahia, Walter Pinheiro e, partir daí, sua pasta estará incumbida de discorrer com as questões orçamentárias e legais, com o objetivo de avançar nas melhorias do ensino indígena e da infraestrutura metodológica e pedagógica.  “Nosso papel é promover uma educação com a lógica da autonomia indígena, reforçando sua etnia, cultura, religião e as crenças. Por isso, o governo do estado tem tido esta preocupação por meio da Coordenação Indígena na Secretaria de Educação do Estado da Bahia, em fazer com que, todas as estruturas e demandas dos povos indígenas, sejam repassadas a fim que as medidas sejam adotadas”, confirmou o secretario de (SJDHDS), Carlos Martins.

VAL O2

O cacique Val Tupinambá, anfitrião e coordenadores  do evento, lembrou que o “FORUMEIBA”  é um espaço democrático de discussão, que reúne as lideranças indígenas, colegiado e os professores em prol do fortalecimento educacional, religioso e cultural. “Através deste espaço democrático, iremos apresentar as reais demandas para os governos estadual e municipal, com o intuito de construir, juntos com os parceiros, um diálogo mais ajustado e acessível com as políticas públicas”, explica.

PUBLICO03

AGNALDO

 O fórum conta com a participação do coordenado geral do MUPOIBA, Kahu Pataxó; do vice prefeito de Ilhéus, José Nazal; do coordenador regional da Fundação Nacional do Índio (Funai), Frederico Vieira; o coordenador de Políticas para povos indígenas da (JDHDS), Jerry Matalawê;   a secretária municipal de Educação, Eliane Oliveira; do coordenador de Educação Indígena, Rafael Truká; do presidente do Conselho Municipal de Educação (CME), Osman Nogueira Junior e os demais convidados, para seu pleno êxito.

PUBLICO NADIA

DA REDAÇÃO, com Fonte: Pmi