Vista Parcial do centro da cidade de Ilhéus na Bahia. Fonte: Secom/P.M.I

Dezessete mil pontos de iluminação pública em Ilhéus foram restabelecidos e mais 682 novos pontos foram criados no ano passado. Os números divulgados pelo prefeito de Ilhéus, Mário Alexandre, revelam um importante avanço no setor. “Encontramos a cidade às escuras. Fizemos neste primeiro ano uma operação de grande porte para reposição de lâmpadas por toda a cidade, na sede e no interior”, assegura.

Para isso, a Prefeitura disponibilizou o Serviço de Atendimento à População para queixas e reclamações a respeito do sistema. Uma central de informações, que funciona de segunda a sexta-feira, das 7 às 18 horas, e sábado, das 7 às 14 horas, está à disposição do público através do 0800 7210112. A ligação é gratuita.

Ilhéus possui cerca de 30 mil pontos de iluminação na sede e no interior do município. O procedimento via Serviço de Atendimento à População é simples. O cidadão ou cidadã liga e se identifica. Em seguida informa fone de contato, rua e referência do poste onde se encontra o defeito. É gerado um protocolo, cujo número é repassado ao usuário. A equipe da empresa terceirizada tem um prazo médio de dois dias úteis para a resolução do problema.  Este tempo só não é valido apenas para casos que necessitem a substituição de postes ou braços de luminárias.

Para gerar economia de recursos públicos, também foi iniciada em 2017 a substituição de lâmpadas comuns por leds. Ruas como Araújo Pinho, Calçadão da Marquês de Paranaguá e Coronel Paiva já foram beneficiadas com o novo sistema. “Também instalamos iluminações cênicas em alguns pontos do patrimônio arquitetônico de Ilhéus, valorizando prédios públicos históricos e a história do município. E vamos ampliar isso”, informa o prefeito de Ilhéus, destacando que uma cidade melhor iluminada, auxilia as medidas de prevenção da criminalidade, além de valorizar e ajudar a preservar o patrimônio urbano/rural, propiciando a utilização noturna de atividades como lazer, comércio e cultura.