WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

policlinica itabuna

março 2018
D S T Q Q S S
« fev   abr »
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031


:: mar/2018

UFSB: Diálogos Indígenas, a luta dos povos baianos pela existência

DIALOGO

Abordando temas como demarcação de terras, educação e direitos dos povos indígenas, a Universidade Federal do Sul da Bahia realiza nos dias 03 e 04 de abril o evento Diálogos Indígenas, a luta dos povos baianos pela existência. Organizado por estudantes e com apoio institucional da Pró-Reitoria de Sustentabilidade e Integração Social (PROSIS), Diálogos Indígenas irá reunir no Campus Jorge Amado, em Itabuna, lideranças indígenas com o objetivo de reconhecer os saberes tradicionais destes povos e fomentar o debate em torno das causas indigenistas. :: LEIA MAIS »

Autor do PL que criminaliza MST e MTST apresentou 29 projetos contra povos indígenas e quilombolas

Jerônimo Goergen (PP-RS) é citado em delação da JBS, maior doadora de sua campanha em 2014; deputado também é acusado de manter funcionário fantasma em seu gabinete

Coordenador de Infraestrutura e Logística da Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA), o deputado federal Jerônimo Goergen (PP-RS) conseguiu no dia 13 de março as assinaturas necessárias para tramitar em caráter de urgência um Projeto de Lei que tipifica como terroristas as ocupações feitas por movimentos sociais. O PL tem como alvo, segundo o próprio deputado, o Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem-Terra (MST) e o Movimento dos Trabalhadores Sem-Teto (MTST), por causa das ocupações de terras. :: LEIA MAIS »

Educação: Centro de Estudo de Línguas do Acre lança edital para curso de língua indígena

Curso de Hãtxa Kui é o primeiro de uma série de seis. Inscrições iniciaram no dia 28, e seguem até 9 de abril

O Centro de Estudos de Línguas do Acre (CEL) abriu edital para o curso da língua indígena Hatxa Kui. O curso é em formato de oficinas, com carga-horária de 20 horas. O edital está disponível no site Opens external link in new windowwww.see.ac.gov.br/editais. De acordo com a coordenadora do CEL, Claudenice dos Santos, este é o primeiro de uma série de seis cursos. As próximas línguas estudadas serão Manchineri, Jaminawá, Madirra, Ashaninka e Kaxinawa. :: LEIA MAIS »

SP: São Bernardo promove Feira de Cultura Indígena na Chácara Silvestre

feira-cultura-indigena-chacara-silvestre

Ao longo de todo o mês de abril e início de maio, a Chácara Silvestre, em São Bernardo do Campo, será palco de eventos e atividades que celebram a cultura indígena. A programação, que faz parte da 12ª Semana dos Povos Indígenas, inclui exposições, oficinas e uma feira cultural. Veja abaixo a agenda completa. Comunidades Guarani e povos indígenas no Brasil – Exposição de fotografias, objetos pertencentes ao acervo e exibição de filmes e documentários sobre as diversas etnias do Brasil e da América do Sul. Visitação aberta de 2 de abril a 4 de maio, de segunda a sexta, das 10h às 16h. :: LEIA MAIS »

Música: Cantora indígena tem história de luta e superação

download

No mês em que as mulheres são homenageadas, e que chega ao fim neste sábado, 31, muitas foram as histórias de lutas, conquistas, persistência e vontade de vencer. Reunindo todos esses substantivos a cantora Dani Miranda traz na mente e no corpo as marcas que a vida lhe imprimiu. :: LEIA MAIS »

Acidente: Aru, jogador indígena, morre de carro no Pará

Aru era ex-jogador do Gavião Kyikatejê

Morreu, nesta sexta-feira, o atacante indígena Aru Sompré. Aos 31 anos, ele sofreu um acidente de carro em Marabá, no Pará. O jogador tinha se destacado em 2014, quando disputou a elite do Campeonato Paraense com vestimentas e pinturas de índio, atuando pelo Gavião Kyikatejê. Aru estava viajando sozinho de Marabá para Bom Jesus do Tocantins, mas bateu o carro em um caminhão na BR-222. Testemunhas relataram que o veículo do jogador ficou bastante danificado. :: LEIA MAIS »

ISOLADOS: Índios que viviam isolados vão para capital do AC fugindo da fome e de madeireiros peruanos

Índios isolados moram na casa da índia Marquinha Jaminawa, na Cidade do Povo, em Rio Branco (Foto: Iryá Rodrigues/G1)

Outro motivo relatado por eles é o atrito com a Funai. ‘Não entendo o que a Funai fala’, diz. Aldeia isolada fica a quatro dias de barco da cidade de Feijó, no interior do Acre.

Há cerca de seis meses, dois índios de recente contato da aldeia Xinane, conhecidos como Isolados do Alto Envira, na fronteira do estado do Acre com o Peru, estão morando em uma casa no bairro Cidade do Povo, região do Segundo Distrito de Rio Branco. Eles não falam nem entendem nenhuma palavra em português e só depois de muita persistência, e com ajuda de intérpretes da etnia Jaminawa, o G1 conseguiu conversar com um deles, chamado de Curumim pelos moradores da casa. :: LEIA MAIS »

BA: Fábio Vilas-Boas é eleito uma das 100 pessoas mais influentes do Brasil na área da saúde

fabio

O secretário da Saúde da Bahia, Fábio Vilas-Boas, foi eleito uma das 100 pessoas mais influentes do Brasil na área da saúde. O prêmio será entregue nesta quinta-feira (15), em São Paulo. Considerado o Oscar da Saúde, o evento é promovido pelo Grupo Mídia. Vilas-Boas foi eleito a partir da indicação de CEOs, diretores, editores e jornalistas, em função da visibilidade que ações desenvolvidas pela Secretaria da Saúde da Bahia (Sesab) vêm ganhando nacionalmente. Para o secretário, este é o reconhecimento das ações do governo Rui Costa na área. :: LEIA MAIS »

ONU: Mulheres indígenas de Brasil e Canadá discutem direitos e participação política em Brasília

Mulheres indígenas brasileiras têm sido decisivas para avanço dos espaços de discussão política sobre direitos humanos desses povos. Foto ONU Mulheres/Bruno Spada

Os direitos humanos das mulheres indígenas é tema de atividades que reunirão ativistas, representantes das Nações Unidas e parceiros a partir desta terça-feira (27) em Brasília (DF). Um dos pontos altos da programação é a troca de experiências entre 24 indígenas brasileiras e duas canadenses, vinculadas à organização não governamental NWAC – Native Women’s Association of Canada, na quarta e quinta-feira (28 e 29).

O encontro é resultado de parceria entre ONU Brasil e governo do Canadá com o objetivo para ampliar a articulação política e a colaboração entre mulheres indígenas dos dois países. :: LEIA MAIS »

Memorial da Cultura Indígena é revitalizado e entregue à comunidade em Campo Grande

Cerimônia contou com a Orquestra Infantil Indígena da Fundação Zahran, que se apresentou pela primeira vez a outros índios.Foto reprodução: TV Morena

 

ma cerimônia na manhã desta terça-feira (27) entregou para a comunidade do bairro Tiradentes, em Campo Grande, o novo Memorial da Cultura Indígena. O espaço fica na aldeia urbana Marçal de Souza, onde vivem hoje 135 famílias da etinia terena, foi revitalizado. Criado em 1999, o espaço chegou a ser abandonado e a ficar fechado. O Canadá, que tem um fundo de investimento na cultura indígena, decidiu aplicar R$ 80 mil na restauração do memorial em parceria com o município e a própria aldeia urbana. :: LEIA MAIS »



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia