WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

bahiagas

junho 2018
D S T Q Q S S
« mai   jul »
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930


:: jun/2018

site

Sema disponibiliza publicação de formação em educação ambiental na agricultura familiar.CLIQUE AQUI

Entrevista: Indígena é candidata à copresidência brasileira

Proposta é montar governo participativo entre ela e Guilherme Boulos com poder decisório direto da população.

RODIVALDO RIBEIRO*

Nascida em uma comunidade indígena arariboia de Amarante do Maranhão, Sônia Bone Guajajara fez 44 anos em março deste e tornou-se, meses depois, a primeira pré-candidata indígena à Presidência da República da história do Brasil. Formalmente, é vice de Guilherme Boulos pelo PSOL, internamente, classificam a chapa como uma só, pois comandariam o governo em pé de igualdade, em sistema de coparticipação. :: LEIA MAIS »

Índios Isolados: Ibama não deve expedir licença para hidrelétrica Tabajara até que eles sejam localizados

a-a-10
MPF e MPRO recomendaram que áreas onde vivem índios isolados e mais etnias indígenas fossem incluídas nos estudos de impacto ambiental da hidrelétrica

O Ministério Público Federal (MPF) e o Ministério Público de Rondônia (MPRO) expediram uma recomendação ao Ibama e à Funai para que não seja expedida licença prévia de instalação e operação para a futura hidrelétrica Tabajara, em Machadinho D’Oeste. Para o Ministério Público, é preciso complementar os estudos de impacto ambiental para abranger as áreas de perambulação de índios isolados e terras indígenas presentes na região. :: LEIA MAIS »

TO: Casa do Estudante Indígena está abandonada e famílias vivem em condições precárias

Moradores da Casa do Estudante Indígena sofrem com os problemas causados pelo abandono

Estrutura em Araguaína foi construída há quase 20 anos e mais de 60 pessoas vivem no local. Forro está cheio de buracos e não há segurança no lugar.

Construída há quase 20 anos, a Casa do Estudante Indígena de Araguaína, está abandonada. Foi construída para receber indígenas de todo o norte do estado. Cerca de 12 famílias, vivem no local em condições degradantes. São 4 etnias indígenas diferentes: Kraô, Xerent, Guarani e Carajá e mais de 60 pessoas entre homens, mulhers, jovens, adultos e crianças. Há 4 anos a estudante Girlene Itawaky Guarani, acadêmica de história deixou a aldeia em que vivia e foi para casa do estudante indígena. O forro da casa onde ela mora está cheio de buracos. Do lado de fora, esse só tem um banheiro para a família usar.

:: LEIA MAIS »

PRAGA: Grande ameaça à produção do cacau na América Latina se aproxima do Brasil

CACVAU

Conheça a monilíase, praga que pode destruir até 100% dos frutos, se não houver combate

A grande ameaça para a produção de cacau na América Latina nunca esteve tão perto das plantações brasileiras. Desde que um foco da praga chamada de monilíase foi confirmado no município de Filadélfia, na Bolívia, em janeiro deste ano, os pesquisadores afirmam que é apenas uma questão de tempo até invadir plantações brasileiras. A doença ameaça causar um dos piores desastres fitossanitários e econômicos da agricultura. A plantação afetada fica a poucos quilômetros de Brasiléia, no Acre. Segundo especialistas em defesa agropecuária, o fungo causador da doença se propaga com o vento e pode chegar a qualquer momento no Brasil.

:: LEIA MAIS »

Agricultura familiar: De volta ao Incra, programa de habitação rural deve retomar média de 30 mil entregas por ano

INCRA 02

O Presidente do INCRA, Leonardo Góes, o parlamentar mineiro, Gerais José Silva, ao centro, com o Diretor Nacional de Desenvolvimento do INCRA. weverton Cardoso, no ato de assinatura do decreto em Brasília.

Hoje aconteceu o lançamento do Plano Safra da Agricultura Familiar, onde o Incra mais uma vez se destacou no Cenário Político Nacional, quando o Presidente da república, assinou o Novo Decreto do crédito Instalação do INCRA, que cria quatro novas modalidades de créditos para a reforma agrária, são elas: Crédito habitacional para Construção (34 mil) e Reforma Habitacional (17 mil) nos mesmos valores e rebates do programa Minha Casa Minha Vida. Foi lançado ainda o Crédito Ambiental com duas modalidades: :: LEIA MAIS »

BA: Sema disponibiliza publicação de formação em educação ambiental na agricultura familiar

Publicação do projeto Educação Ambiental na Agricultura familiar

A Secretaria de Meio Ambiente do Estado da Bahia (Sema) disponibiliza em seu site [www.meioambiente.ba.gov.br] o Caderno de Formação: Educação Ambiental na Agricultura Familiar, que tem o objetivo de fortalecer e potencializar a ação da juventude do campo baiano, e de aprimorar as políticas públicas de meio ambiente, de educação do campo e de agricultura familiar baiana.

:: LEIA MAIS »

Unicamp fará primeiro vestibular indígena; prova será em dezembro

VESTIBULAR INDIGENA

A Universidade de Campinas (Unicamp-SP) anunciou que a partir deste ano será implantado o primeiro vestibular indígena da instituição. As inscrições vão de 15 de agosto até 14 de setembro e a prova, que conta com apenas uma fase, acontece no dia 2 de dezembro.  O edital será divulgado em breve no site da Comissão Permanente para os Vestibulares (Comvest) da universidade. As provas do vestibular indígena serão aplicadas em cinco cidades do país: Campinas (SP), Dourado (MS), Manaus (AM), Recife (PE) e São Gabriel da Cachoeira (AM).  :: LEIA MAIS »

BA: I Seminário Regional com tema “Mulheres, Culturas e Políticas”

O Programa de Pós-graduação em Ensino e Relações Étnico-Raciais da Universidade Federal do Sul da Bahia – PPGER realizará, o I Seminário Regional de Ensino e Relações Étnico-Raciais entre os dias 24 e 27 de julho, no campus Paulo Freire, em Teixeira de Freitas.

Organizado pelos mestrandos do Programa, o I Seminário vem com a temática “Mulheres, Culturas e Políticas: diálogos interseccionais, memória, poder e resistências no Sul baiano” e tem como tem por objetivo promover o encontro entre pesquisadores, movimentos sociais, mestres dos saberes, comunidade escolar e demais interessados para divulgação dos resultados das pesquisas acadêmicas, trabalhos promovidos por entidades, socialização de conhecimentos tradicionais que tenham como campo o espaço do Sul baiano, além de organizar material de pesquisas que sirvam de âncora teórica para novas pesquisas e discutir a implementação de ações afirmativas e políticas públicas direcionadas à população negra, debater e refletir questões de gênero e sexualidades, abordando a violência contra a mulher e o público LGBT e intermediar diálogos e ações entre as instituições de ensino básico e superior para a consolidação das Leis 10.639/03,11.645/08 e o artigo 26 da LDB/1996. :: LEIA MAIS »

BA: Aberta chamada pública de assistência técnica para mulheres e agroecologia

A coordenadora da Articulação da Agricultura Familiar de Canavieiras e Região, Lidinalva Gonçalves, ressalta o reconhecimento da mulher no trabalho do campo. Foto:Walney Magno

Com o objetivo de ampliar a prestação do serviço de assistência técnica e extensão rural (ATER) na Bahia, o Governo do Estado lançou edital de chamadas públicas de ATER, voltadas para mulheres e agroecologia. Os editais foram publicados no Diário Oficial do Estado (DOE), nesta terça (19) e quarta-feira (20). A ação é executada pela Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), por meio da Superintendência de Assistência Técnica e Extensão Rural (Bahiater), com investimento de mais de R$58 milhões, beneficiando 12.420 famílias. :: LEIA MAIS »



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia