Ave é típica da Costa do Descobrimento que abriga pelo menos 360 espécies de aves – Foto: Edvaldo Pereira

O servidor público Edivaldo Pereira da Silva, de 47 anos, que tem o hobby da fotografia de animais e aspectos da natureza, disse que “enquanto andava no Parque do Gravatá, foi atraído pelo canto estridente e longo da ave, até perceber que estava diante do pica-pau anão”.

Pereira confessa que ficou “feliz e nervoso ao perceber que estava fazendo o primeiro registro dessa espécie em Eunápolis”. Em 10 anos dedicados à atividade de observar a natureza, o PM mantém uma conta no Instagram com mais de 450 registros da fauna e da flora regionais.As imagens podem ser acessados no Instagram de Edvaldo Pereira:https://www.instagram.com/edvaldo.pereirasilva.5/

AVE DA COSTA DO DESCOBRIMENTO

 

De nome científico Picumnus albosquamatus (picume, do francês, pequeno; albus – latim – branco e squamatus – escamado) o picapauzinho escamoso é o menor do Brasil, podendo medir de 10 a 11 centímetros de comprimento e pesa entre 9 a 11 gramas.

 

Ave é típica da Costa do Descobrimento que abriga pelo menos 360 espécies de aves – Foto: Edvaldo Pereira

De acordo com o biólogo José Francisco Azevedo Júnior, “a espécie é endêmica na Costa do Descobrimento. A Zona Turística da Costa do Descobrimento abriga pelo menos 360 espécies de aves, sendo 30 ameaçadas de extinção e 49 endêmicas da Mata Atlântica”.

O picapauzinho escamoso não está na categoria das espécies em extinção.

“A ave possui canto trinado e agudo. Sua principal característica, além do tamanho, são costas marrom-oliva com pontas brancas em algumas áreas, o peito é branco com densas escamas pretas ou pontos dependendo da área. Pode-se diferenciar o macho devido à coroa de penas vermelhas no alto da cabeça. Nas fêmeas a testa é preta”. Detalhou o biólogo do Inema em Eunápolis (Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos).

 

PARQUE DO GRAVATÁ

O local aonde  Edivaldo Pereira fez o primeiro registro do picapauzinho escamoso em Eunápolis é considerado área de preservação e de recreação.

Imagem aérea do Parque do Gravatá – Foto: Divulgação

Localizado na Avenida Ayrton Senna, números 147-179, no Bairro Santa Lúcia, o Parque Ecológico do Gravatá fica aberto das 07h às 17h com dois funcionários públicos se revezando na fiscalização. A Guarda Municipal também faz rondas no local, devido à presença de amantes da natureza, corredores, ciclistas e grupos de caminhadas.

A Prefeitura local, por meio da Secretaria de Meio Ambiente, faz a gestão do Parque. O setor administrativo fica aberto para atendimento ao público das 08h às 14h.

Implantado em 2001, resultado de parceria entre a Prefeitura de Eunápolis e a empresa Veracel Celulose S/A, o local ganhou esse nome por abrigar a nascente do Córrego do Gravatá. A área, praticamente devastada no passado, em 18 anos tornou-se um verdadeiro nicho ecológico dentro da área urbana de Eunápolis.

Fonte: Blog da Rose Marie