Em Corretina-BA, já funciona a Sala da Cidadania em parceria com a prefeitura, que oferece mais comodidade e agilidade nos atendimentos aos produtores rurais do município.

O Incra na Bahia está treinando servidores de sete municípios baianos para atuar em Salas da Cidadania. Dos 12 participantes, parte trabalhará em cinco unidades a serem implantadas nos municípios de Ibicuí, Quixabeira, São José da Vitória, Belmonte e Pé de Serra, contabilizando 104 desses espaços criados no estado.
O curso começou na segunda-feira (27) e segue até a quinta-feira (30), na sede regional do Incra, em Salvador (BA). Além de servidores para as novas unidades, recebem treinamento profissionais que vão ser direcionados a salas já existentes, nos municípios de Macarani e Amargosa.
Com a capacitação, todos estarão aptos a utilizar o portal da Sala da Cidadania e poderão ajudar a atender demandas de famílias assentadas e de proprietários rurais dos municípios e região.Serviços

Um dos serviços prestados é a emissão do Certificado de Cadastro de Imóvel Rural (CCIR), um documento gratuito. Quem procurar as Salas da Cidadania também poderá obter auxílio para atualizar dados de imóveis rurais por meio da Declaração para Cadastro Rural (DCR), no caso de imóveis com até 15 módulos fiscais (fixados para cada município).

Marcos Nery, Chefe de Unidade Avançada Sul e Extremo Sul da Bahia do INCRA. acompanha os avanços da iniciativa

Já o beneficiário da reforma agrária conseguirá atualizar os dados cadastrais no Sistema de Informações de Projetos de Reforma Agrária (Sipra) e obter o espelho e a certidão de beneficiário do Programa Nacional de Reforma Agrária (PNRA). Os serviços também são acessados pelos próprios interessados, por meio da internet.

Fiscalização

As Salas da Cidadania na Bahia estão sendo fiscalizadas com o intuito de garantir a qualidade do atendimento. Segundo o perito federal agrário do Incra/BA Alex Ribeiro, responsável pela capacitação, uma ordem de serviço, publicada em abril, designou cinco servidores da autarquia para realizar as atividades de fiscalização e supervisão desses espaços.

Fonte: Ascom/Incra