WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

secom bahia

saude governo da bahia

embasa
fevereiro 2021
D S T Q Q S S
« jan    
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28  


:: fev/2021

Palestras no Hospital Regional Costa do Cacau destacam o papel individual no trabalho em equipe

Palestras parcerias trabalho_HRCC (5)

Uma parceria entre os setores de Higienização e Psicologia do Hospital Regional Costa do Cacau (HRCC), em Ilhéus, promoveu nesta semana, duas palestras com o tema: O Valor das Parcerias para a Realização de um Trabalho Essencial. Na quarta-feira (24), o psicólogo Gildo Rorato ministrou a apresentação do conteúdo abordado, na quinta-feira (25), o trabalho foi conduzido pela psicóloga Juliana Campos. :: LEIA MAIS »

Contos Indígenas ganham versão em cordel e apresentação virtual

cc
*blog do Thame
Com ensaios a todo vapor e chegando à reta final, logo o público poderá conferir os resultados dos trabalhos da Cia Esbórnia de Teatro. Na próxima segunda-feira, dia 1º de março, o grupo faz a pré-estreia do projeto Caminhos Indígenas em Cordel, a partir das 19 horas, em link disponível no perfil do Instragram @caminhosindigenasemcordel e será transmitido pelo canal do youtube.com/ciaesborniadeteatro. Na ocasião, os artistas contarão duas lendas adaptadas para a literatura de cordel: De onde vem a água e A Lenda do Dia e da Noite. Já a estreia oficial da iniciativa acontece no dia 03, com encenações às 17 e às 18h, seguidas de bate-papo com elenco.

:: LEIA MAIS »

BA: Secretário Jerônimo apresentou plano de retomada das aulas na rede estadual de ensino

JERONIMO 2

Clique AQUI e confira no vídeo, o que  foi perguntado ao secretário sobre as ações que acontecerão nas escolas indígena da Bahia, pelo jornalista Walney Magno da TVI/BAND, e do Blog Povos Indígenas

Jerônimo Rodrigues, detalhou o plano de retomada das aulas na rede estadual de ensino, em entrevista coletiva virtual nesta quarta-feira (24). Na oportunidade o secretário respondeu algumas perguntas feitas pelo jornalista indígenas Walney Magno da TVI/BAND, e do Blog Povos Indígenas, sobre as ações que aconteceram nas escolas indígena da Bahia, que você Confire no vídeo acima.

:: LEIA MAIS »

Equipes de saúde indígena alertam sobre recusas de vacinas em aldeias

Primeira indígena sendo vacinada no município do Prado na Bahia

Em dois comunicados dos dias 11 e 15 de fevereiro, equipes de saúde do DSEI – Rio Tapajós (Distrito Sanitario Especial Indígena), uma unidade gestora descentralizada do SasiSUS (Subsistema de Atenção à Saúde Indígena) do Ministério da Saúde, no Pará, comunicam a coordenação que há recusas de vacina contra a Covid-19 em aldeias. Na região de 231.906,74 km², há 138 aldeias, com 13.487 indígenas de 10 etnias :: LEIA MAIS »

Mais de 500 pássaros aprendidos na Bahia: Operação da Polícia Rodoviária Federal e Militar em Mascote

PAPAGAIO 04

A operação foi realizada pelo Inema em parceria com a Polícia Rodoviária Federal e Militar da Bahia

Foi realizado nesta sexta-feira (19), no município de Mascote,  no povoado de São João do Paraíso, distante 387 km de Itabuna, a operação “Toque de Recolher”, com a apreensão de mais de 500 pássaros, pelas equipes da Unidade Regional Sul, do Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema), Polícia Rodoviária Federal e Polícia Militar da cidade, através de denúncia anônima. :: LEIA MAIS »

TSE decide este mês se cacique Marcos assume prefeitura de Pesqueira, em Pernambuco

o-cacique-marcos-lider-dos-xukuru-e-filho-do-cacique-xicao-que-foi-assassinado-em-1998-1589896661469_v2_900x506

O cacique é o primeiro indígena eleito para o cargo na história da cidade, que tem 15% da população composta pela etnia

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) deve decidir, ainda em fevereiro, se o líder indígena Marcos Xukuru assumirá ou não o cargo de prefeito de Pesqueira, no agreste pernambucano, para o qual foi eleito nas eleições municipais de 2020. Em 2015, o cacique Marcos Xukuru foi condenado, sem provas, por um incêndio na cidade. A defesa do  prefeito eleito alega, contudo, que Lei da Ficha Limpa não inclui situações do tipo. :: LEIA MAIS »

Senado pode votar projeto que condena infanticídio indígena

imagem_materia

Um tema considerado prioritário pelo Poder Executivo promete reacender o debate — e a polêmica — sobre os direitos dos povos indígenas no Brasil. O Projeto de Lei da Câmara (PLC) 119/2015 é uma das 35 matérias que o presidente Jair Bolsonaro quer ver aprovadas pelo Congresso Nacional em 2021.

:: LEIA MAIS »

‘As mulheres Munduruku estão envenenadas por mercúrio e temos provas’, denuncia líder indígena

munduruku_greenpeace2-mercurio-750x410

Mercúrio usado em garimpo ilegal de ouro contamina 99% de aldeias da etnia no Alto Tapajós, revela pesquisa coordenada por neurologista

Quando o avião do neurologista Erik Jennings pousou em Jacareacanga (Pará) para abastecer, um grupo de indígenas Munduruku pró-garimpo o esperava munido com hostilidade e ameaças. “Nos proibiram de entrar na terra indígena, foi bem tenso.” O que se seguiu foi uma fuga na qual a aeronave decolou em meio a um intenso ataque de pedras.

:: LEIA MAIS »

Vestibular Indígena da Unicamp tem recorde de inscritos

atu_vest_indigena_20210216_capa

Na terceira edição do Vestibular Indígena Unicamp, a Comissão Permanente para os Vestibulares (Comvest) chegou a 1.697 inscritos para realizar a prova. É o segundo ano consecutivo que o número fica acima dos 1.500 candidatos. Na edição passada, a Comvest registrou 1.675 inscritos, que havia sido mais que o dobro da primeira edição. A cidade com maior número de inscritos no Vestibular Indígena 2021 é São Gabriel da Cachoeira, no Amazonas, com 717 candidatos, um aumento de 40% em relação ao ano passado, quando a cidade registrou 513 inscritos. Tabatinga, também no Amazonas, é a segunda cidade com maior procura pelo Vestibular Indígena Unicamp, com 636 inscritos, contra 837 na edição anterior. :: LEIA MAIS »

Embasa alcança cobertura de 92% em abastecimento de água e 46% em coleta e tratamento de esgoto em sua área de atuação

Na foto, moradora da comunidade de Alto Araguaia, no município de Angical, que passou a receber água tratada após obra de extensão de rede.

A Embasa, uma empresa com quase 50 anos de trabalho voltado à prestação de abastecimento de água e esgotamento sanitário e à otimização da infraestrutura para ampliar o acesso a esses serviços públicos em sua área de atuação, pretende continuar o intenso ritmo de investimentos iniciado em 2007, no âmbito do programa estadual Água para Todos. :: LEIA MAIS »



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia