WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

secom bahia

saude governo da bahia

embasa
fevereiro 2021
D S T Q Q S S
« jan    
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28  


:: 19/fev/2021 . 20:55

TSE decide este mês se cacique Marcos assume prefeitura de Pesqueira, em Pernambuco

o-cacique-marcos-lider-dos-xukuru-e-filho-do-cacique-xicao-que-foi-assassinado-em-1998-1589896661469_v2_900x506

O cacique é o primeiro indígena eleito para o cargo na história da cidade, que tem 15% da população composta pela etnia

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) deve decidir, ainda em fevereiro, se o líder indígena Marcos Xukuru assumirá ou não o cargo de prefeito de Pesqueira, no agreste pernambucano, para o qual foi eleito nas eleições municipais de 2020. Em 2015, o cacique Marcos Xukuru foi condenado, sem provas, por um incêndio na cidade. A defesa do  prefeito eleito alega, contudo, que Lei da Ficha Limpa não inclui situações do tipo. :: LEIA MAIS »

Senado pode votar projeto que condena infanticídio indígena

imagem_materia

Um tema considerado prioritário pelo Poder Executivo promete reacender o debate — e a polêmica — sobre os direitos dos povos indígenas no Brasil. O Projeto de Lei da Câmara (PLC) 119/2015 é uma das 35 matérias que o presidente Jair Bolsonaro quer ver aprovadas pelo Congresso Nacional em 2021.

:: LEIA MAIS »

‘As mulheres Munduruku estão envenenadas por mercúrio e temos provas’, denuncia líder indígena

munduruku_greenpeace2-mercurio-750x410

Mercúrio usado em garimpo ilegal de ouro contamina 99% de aldeias da etnia no Alto Tapajós, revela pesquisa coordenada por neurologista

Quando o avião do neurologista Erik Jennings pousou em Jacareacanga (Pará) para abastecer, um grupo de indígenas Munduruku pró-garimpo o esperava munido com hostilidade e ameaças. “Nos proibiram de entrar na terra indígena, foi bem tenso.” O que se seguiu foi uma fuga na qual a aeronave decolou em meio a um intenso ataque de pedras.

:: LEIA MAIS »

Vestibular Indígena da Unicamp tem recorde de inscritos

atu_vest_indigena_20210216_capa

Na terceira edição do Vestibular Indígena Unicamp, a Comissão Permanente para os Vestibulares (Comvest) chegou a 1.697 inscritos para realizar a prova. É o segundo ano consecutivo que o número fica acima dos 1.500 candidatos. Na edição passada, a Comvest registrou 1.675 inscritos, que havia sido mais que o dobro da primeira edição. A cidade com maior número de inscritos no Vestibular Indígena 2021 é São Gabriel da Cachoeira, no Amazonas, com 717 candidatos, um aumento de 40% em relação ao ano passado, quando a cidade registrou 513 inscritos. Tabatinga, também no Amazonas, é a segunda cidade com maior procura pelo Vestibular Indígena Unicamp, com 636 inscritos, contra 837 na edição anterior. :: LEIA MAIS »



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia