WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

policlinica itabuna

outubro 2019
D S T Q Q S S
« set    
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031  


:: ‘_destaque noticias outras’

Motorista é preso com mais de 160 papagaios e uma arara-azul na BR-040

© Polícia Rodoviária Federal (PRF) / Divulgação Animais estavam sendo transportados em caixas de papelão e plástico

 

Um homem detido neste sábado (19) na BR-040, em Sete Lagoas, na Região Central de Minas Gerais, parece não desistir da vida do crime, mesmo já ter sido preso por outras três vezes. A.L.C, de 37 anos, voltou a ser encaminhado para a delegacia por tráfico de animais. Ele foi encontrado com mais de 160 papagaios e uma arara-azul.

:: LEIA MAIS »

BA: Programa Partiu Estágio convoca 2.626 estudantes

RUI PAPO CORRERIA

O Governo do Estado, por meio da Secretaria da Administração do Estado (Saeb), convoca 2.626 estudantes para integrarem o Programa Partiu Estágio. Os selecionados para o terceiro edital de 2019 do programa devem apresentar a documentação exigida até o dia 31 de outubro. A convocação foi anunciada pelo governador Rui Costa durante o #PapoCorreria, transmitido nas redes sociais, na noite desta quarta-feira (16). :: LEIA MAIS »

Pescadores apostam em nova moeda para aumentar a renda no sul da Bahia

dona maria

partir de 2020, a chamada moex terá cédulas de 0,50, 5 e 10

A cidade de Canavieiras, no litoral sul da Bahia, terá mais uma moeda circulando no comércio local, além do real, a partir de 2020: é a moex, uma moeda criada por pescadores e marisqueiros que vivem na Reserva Extrativista (Resex) de Canavieiras – uma unidade de conservação federal – e que promete gerar mais renda.

A moex segue o modelo de moedas sociais que existem no Brasil desde a criação do Banco Palmas (no Ceará, em 1998), pioneiro no sistema de bancos comunitários no país e autorizado pelo Banco Central do Brasil (BC). Em Canavieiras, a instituição financeira responsável pela moex, cujo valor é equiparado ao do real, é o Bamex, que também tem autorização do BC. :: LEIA MAIS »

Pequenos agricultores de Ilhéus recebem certificados rurais

O diretor da Sema, Maurício Galvão e o representante da prefeitura, Gabriel Bitencourt,  fizeram a  entrega do certificado em Ilhéus.

Nesta segunda-feira (7), um total de 573 certificados do Cadastro Estadual Florestal de Imóveis Rurais (CAR/Cefir) foi entregue no município de Ilhéus, no Litoral Sul da Bahia. A entrega foi realizada pelo diretor de Políticas para Biodiversidade e Florestas da Secretaria do Meio Ambiente (Sema), Maurício Galvão, que representou o secretário João Carlos Oliveira.

Pela manhã, os certificados foram entregues a 400 pequenos produtores, no Teatro Municipal de Ilhéus. “Esse certificado chegou em boa hora, quem é que vai dizer que a terra não é minha? O governador Rui Costa tem olhado para o povo como ninguém nunca olhou”, destacou o agricultor José Andrade da Cruz. :: LEIA MAIS »

Leilão de petróleo em Abrolhos vira ‘jogo de empurra’ entre justiças da Bahia e DF

Farol da Santa Bárbara, visto da ilha Siriba, em Abrolhos – Foto: Site Catraca Livre

A decisão judicial que pode retirar ou confirmar o leilão de quatro blocos de petróleo localizados numa área próxima ao Parque Nacional de Abrolhos, no litoral baiano, virou um verdadeiro “jogo de empurra” entre as varas federais da Justiça da Bahia e do Distrito Federal.

No dia 24 de setembro, o juiz federal substituto da 21ª Vara Federal do Distrito Federal, Rolando Valcir Spanholo, havia determinado que uma ação popular movida pelos senadores Fabiano Contarato (Rede-ES) e Randolfe Rodrigues (Rede-AP) – na qual pedem a exclusão dos blocos do leilão marcado para o próximo dia 10 – deveria ser enviada para a Justiça Federal da Bahia, para que fosse analisada em conjunto com outra ação, esta movida pelo Ministério Público Federal baiano. :: LEIA MAIS »

RESEX CANAVIEIRAS: Comissão Parlamentar Ambiental realiza audiência pública em Campinhos

O deputado Marcelino Galo, na Audiência Pública SOS Campinhos: Biodiversidade e povos tradicionais ameaçados…….

Aconteceu na última segunda-feira (30/09), a Audiência Pública: “SOS Campinhos – Biodiversidade e povos tradicionais ameaçados”, na Associação de Pescadores de Campinhos. Uma atividade importante proposta pela Amex – Associação Mãe dos Extrativistas de Canavieiras, que há mais de uma década lutou pela criação e luta pela manutenção da Reserva Extrativista (Resex) de Canavieiras. :: LEIA MAIS »

BA: Eleitas as instituições para o Comitê Estadual da Reserva da Biosfera da Mata Atlântica

A Associação Mãe dos Extrativistas da Resex de Canavieiras e o Instituto dos Povos Indígenas da Bahia, foram eleitos para compor o Comitê da Reserva da Biosfera da Mata Atlântica

A Secretaria Estadual do Meio Ambiente (Sema) divulga as instituições eleitas no processo eleitoral do Comitê da Reserva da Biosfera da Mata Atlântica (CERBMA-BA), biênio 2019/2020. A reunião ocorreu no dia 13 de setembro, das 9h às 12h, na sala de reuniões da Sema, e marca a retomada da instituição após sete anos sem atividades. Respeitando as vagas por segmento, foram selecionadas nove instituições que irão indicar seus representantes, titulares e suplentes, para o comitê.
Para o secretário do Meio Ambiente, João Carlos Oliveira, a eleição do Comitê Estadual da Reserva da Biosfera da Mata Atlântica é o primeiro passo para o fortalecimento e retomada das atividades da instituição. “A RB Mata Atlântica é fundamental para a proteção da biodiversidade, do desenvolvimento sustentável e do conhecimento científico e tradicional sobre a Mata Atlântica. Ao lado dos subcomitês, e com o apoio da pasta do Meio ambiente, o comitê irá atuar em conjunto para preservação e restauração da biodiversidade, cultura e tradição local,” afirmou. :: LEIA MAIS »

MPF constata crime ambiental e licença irregular contra a comunidade de Campinhos em Belmonte

A VALA DEVASTADA AMPLA NEW

“Coincidentemente”, após essa ação, a região tem sido alvo de queimadas e desmatamentos recentes, segundo os denunciantes.

Os pescadores, marisqueiras e agricultores familiares do território extrativista da Unidade de Conservação da RESEX de Canavieiras, distribuídos na região de várzea entre o rio Jacaré e o rio Jequitinhonha, com mais de 300 anos de existência na comunidade de Campinhos no município de Belmonte-BA, denunciaram ao Ministério Público Federal e a outros órgãos de fiscalização no estado, a abertura de  grandes valas por supostos donos da área para a implantação de pastos e carciniculturas.

A A VALA ARVORE

Os extrativistas de Campinhos, que contam como única fonte de água doce as reservas do lençol freático, cuja coleta é realizada por meio de poços em cada residência, tanto para consumo humano e animal, temem que a partir das escavações e aberturas destas valas com previsão de cerca de 10 Km de extensão, o dano socioambiental (irreparável) na comunidade de Campinhos, e a salinização de seus mananciais ocorra após processos de drenagens.

A A A MAQUINA DESMATANDO

Os flagrantes e registros dos crimes de desmatamento do importante ecossistema, com grandes escavações de valas para drenar a água dos brejos, foram confirmados pelo ICMBio, que é o órgão gestor da Unidade.

a a FISCAL DO ICMBIO NO LOCAL NEW

Esses crimes ambientais tiveram início logo após a emissão irregular de licença ambiental fornecida pela prefeitura municipal de Belmonte – BA, onde fica localizada a UC, que  sem qualquer consulta à comunidade, autorizou a abertura de valas nas Fazendas Vista Alegre, Esperança, Ilha de Palha e Brejo do Jacaré, no território extrativista da Unidade de Conservação,  conforme constatação  do ICMBio, que é o órgão responsável pela UC.

A A MAPA RESEX 02

O Ministério Público Federal notificou o Ministério Público Estadual e pediu providências contra a secretaria de meio ambiente do município de Belmonte, que já foi denunciada ao Inema, Ibama e a Comissão Estadual de Meio Ambiente da Assembléia Estadual dos Deputados, que estão tomando todas as providencias no sentido de punir os responsáveis.

Da Redação

Crianças com microcefalia causada por zika, têm medida provisória para pensão vitalícia publicada

A MICROCEFALIA

Mães baianas de crianças com microcefalia participam de ato sobre BPC vitalício em Brasília

Diário Oficial da União (DOU) desta quinta-feira, dia 5, traz a Medida Provisória 894, que institui pensão especial destinada a crianças com microcefalia decorrente do zika vírus, nascidas entre 1º de janeiro de 2015 e 31 de dezembro de 2018, beneficiárias do Benefício de Prestação Continuada (BPC).

A MP foi assinada na quarta-feira, 4, em cerimônia realizada no Palácio do Planalto. O valor da pensão vitalícia é de um salário mínimo. Segundo o governo, há 3.112 crianças com microcefalia, nascidas nesse período, que recebem o BPC. Famílias elegíveis, que optarem pela pensão especial, não poderão acumular os dois benefícios e deixarão de receber o BPC em caso de concessão da pensão, cujo valor também é de um salário mínimo. :: LEIA MAIS »

CIENTISTA BAIANA DESCOBRE SUBSTITUTO DE AGROTÓXICO EM FOLHAS DE EUCALIPTO

Cátia Libarino descobriu substituto de agrotóxico em folhas de eucalipto || Divulgação

Pesquisadora baiana dedicou um olhar mais sensível para esta problemática e questionou se poderia haver um agrotóxico capaz de prevenir pragas, mas que não ameaçasse a saúde. A partir dessa prerrogativa, a engenheira florestal Cátia Libarino desenvolveu um estudo com óleo de eucalipto para reduzir a manifestação de doenças em plantas.

A pesquisadora conta que há um déficit sobre estudos do controle de doenças em plantas com o uso de produtos de origem vegetal, em vez de químicos. “A ideia surgiu após observar manchas foliares em árvore de macadâmia provocadas pelo fungo Neopestalotiosis clavispora. Foi quando comecei a dar início ao estudo com óleos e extratos vegetais de eucalipto”, afirmou. Ela chama atenção para o fato que há a necessidade de valorizar os produtos florestais não madeireiros, que são mais sustentáveis, pois geram menos danos ao meio ambiente. :: LEIA MAIS »



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia