WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

bahiagas

janeiro 2020
D S T Q Q S S
« dez    
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031  


:: ‘_destaque1’

Povos Indígenas da Bahia realizam Assembleia Geral do Movimento em Salvador

Povos Indígenas da Bahia realizam a Assembleia Geral do MUPOIBA em Salvador

Aconteceu entre os dias 17 e 18, em Salvador, a Assembleia Geral dos Movimento Unido dos Povos e Organizações Indígenas da Bahia (MUPOIBA) que reuniu centenas de representantes e lideranças indígenas de todas as regiões da estado. O tema principal do encontro deste ano foi a demarcação de terras indígenas, além da questão da educação e saúde indígenas. :: LEIA MAIS »

Madri COP25: Indígenas realizam protesto contra o assassinato de lideranças

babau
Lideranças indígenas brasileiras fizeram um ato na COP25, em Madrid, em protesto contra o assassinato de lideranças indígenas no Brasil. Além da manifestação, eles se pronunciam diretamente aos negociadores da Conferência e à sociedade civil em todo o mundo, conclamando o Dezembro Vermelho. Clique aqui e confira na íntegra o vídeo.

Parlamentares alemães cobram de Bolsonaro proteção a líder indígena ameaçada

ALESSANDRA

Em carta ao presidente, grupo de deputados do Bundestag manifesta preocupação com situação de defensores de direitos humanos no Brasil após líder do povo munduruku receber ameaças e ter a casa invadida no Pará.Um grupo de deputados federais da Alemanha pediu nesta sexta-feira (06/12) que o governo brasileiro garanta a proteção da líder indígena Alessandra Korap, do povo munduruku, que vem recebendo ameaças de morte e teve sua casa invadida no fim de novembro, em Santarém, no Pará. :: LEIA MAIS »

1º Encontro Indígena da Economia Solidária é realizado no Sul da Bahia

O evento, realizado pelo governo do Estado, reuniu 130 lideranças do seguimento.

Foi encerrado neste sábado (9) o 1º Encontro Indígena da Economia Solidária do Sul da Bahia, iniciado na quinta-feira (7), em Santa Cruz Cabrália. Com o objetivo de promover a troca de experiências em economia solidária desenvolvidas por comunidades, associações e cooperativas indígenas brasileiras, o evento reuniu 130 lideranças do seguimento. A realização teve a assinatura do Governo do Estado, por meio da Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (SETRE), em parceria com a Federação Indígena das Nações Pataxó e Tupinambá (FINPAT). :: LEIA MAIS »

BA: Sesai inaugura sistemas de abastecimento de água em aldeias de Porto Seguro

LUZIA INAUGURAÇÃO PE DO MONTE2

O empenho do Distrito Sanitário Especial de Saúde Indígena (DSEI) da Bahia de levar água de qualidade e melhorias sanitárias domiciliares para as aldeias, avança alcançando resultados positivos no combate às diarreias e, consequentemente, da mortalidade infantil indígena e na garantia de mais qualidade de vida aos indígenas do estado.

Nos dias 5 e 6 do corrente mês, a Coordenadora do Dsei -BA, Luzia Pataxó, ao lado de sua equipe, inaugurou dois importantes Sistemas de Abastecimento de Água (SAA) nas aldeias Pé do Monte e Imbiriba, município de Porto Seguro (BA). Juntos os sistemas beneficiaram uma população de aproximadamente 148 famílias indígenas. :: LEIA MAIS »

BA: Aldeia recebe visita do IPHAN para discutir construção em sítio arqueológico

Coordenadora do IPHAN, Ana Paula Rosa, conhece Urna funerária indígena, encontrada na aldeia.

A pedido da Cacique Cátia Tupinambá da Aldeia Patiburí do município de Belmonte na Bahia, uma equipe do IPHAN, comandada pela pesquisadora Ana Paula da Rosa Leal – coordenadora de Socialização do Patrimônio Arqueológico – CNA/Iphan, visitou a aldeia para discutir juntos com a comunidade o projeto de construção de um abrigo para urna encontrada  sítio arqueológico local. O encontro contou com o apoio Laura Lima de Souza- arquiteta do Escritório Técnico do Iphan de Porto Seguro. :: LEIA MAIS »

líder indígena Guajajara é morto em conflito com madeireiros no Maranhão

“Guardiões da floresta”, líder indígena Paulo Paulino Guajajara foi assassinado em um confronto com madeireiros

O líder indígena Paulo Paulino Guajajara foi assassinado na sexta-feira (1º) em um confronto com madeireiros na Terra Indígena Arariboia, na região de Bom Jesus das Selvas, no Maranhão. Ele era integrante de um grupo de agentes florestais indígenas autodenominados “guardiões da floresta”.
A informação foi confirmada pelo governo do Maranhão, por meio da Secretaria de Estado dos Direitos Humanos e Participação Popular, que deslocou equipes para apurar o caso e proteger os ameaçados, junto com a Secretaria de Segurança Pública.
Além de Paulino, o líder indígena Laércio Souza Silva sofreu ferimentos graves e um madeireiro está desaparecido.
Durante a madrugada deste sábado (2), a morte do líder indígena provocou manifestações de organizações não governamentais como o Greenpeace e de lideranças como Sônia Guajajara, coordenadora da Apib (Articulação dos Povos Indígenas do Brasil). :: LEIA MAIS »

Belmonte: Comissão de Direitos Humanos visita Aldeia Patiburi e se solidariza com a cacique Cátia

Fotos: Divulgação

A aldeia Patiburi, localizada no município de Belmonte, é uma comunidade marcada por um conjunto de violações dos seus direitos, pela criminalização das suas lideranças e pela dor da morte e desaparecimento de dois jovens em circunstâncias não esclarecidas. Foi neste contexto de tantos desafios que a Comissão dos Direitos Humanos e Segurança Pública da Assembleia Legislativa da Bahia realizou visita nesta quinta-feira, 24, para conhecer e se solidarizar com a luta da Cacica Cátia (Maria do Carmo Querino), que protagoniza o movimento de resistência do povo Tupinambá para viver dignamente no seu território.

:: LEIA MAIS »

Vídeo: povos indígenas da Bahia pedem ao STF para participar de processo de repercussão geral sobre terras indígenas

O Movimento Unido dos Povos e Organizações Indígenas da Bahia (Mupoiba) é uma das organizações indígenas que busca participar do processo que pode definir o futuro das terras indígenas no Brasil

Os direitos dos povos indígenas têm sido atacados com frequência por grupos econômicos interessados na exploração de suas terras. No Judiciário, no Legislativo e no Executivo, um ponto comum a todos esses ataques é a tese ruralista do marco temporal.

O marco temporal é uma reinterpretação da Constituição Federal que busca restringir as demarcações de terras indígenas apenas às áreas que estavam na posse dos povos originários em 5 de outubro de 1988 – uma posição que legitima todas as invasões, as expulsões e a violência que fez com que muitos povos estejam, até hoje, vivendo fora de suas terras. :: LEIA MAIS »

SJDHDS: Acampamento da juventude Pataxó e seminário para mulheres indígenas são tema de reunião

SEC JUSTIÇA MESA 01

O secretário de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social da Bahia (SJDHDS), Carlos Martins, recebeu, na tarde desta segunda-feira (21), lideranças indígenas das aldeias pataxós Coroa Vermelha e Jaqueira, localizadas no município de Santa Cruz Cabrália. As lideranças trouxeram demandas importantes para o fortalecimento de políticas públicas voltadas à juventude e mulheres indígenas pataxós.

O cacique Juari Pataxó, que também é secretário municipal de Assuntos Indígenas de Cabrália, junto ao líder do Conselho da Juventude Pataxó da Bahia (CONJUPAB), Isaque Pataxó e do cacique Fred Ferreira, solicitou ao secretário apoio para a realização do II Acampamento da Juventude Pataxó, com data prevista para abril do ano que vem. :: LEIA MAIS »



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia