WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia



agosto 2019
D S T Q Q S S
« jul    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031


:: ‘_destaque1’

Sul da Bahia: Professores indígenas participam de formação continuada em Itabuna

A VAL 2

A Secretaria da Educação do Estado iniciou, nesta segunda-feira (19), em Itabuna, no sul da Bahia, mais uma formação continuada, desta vez para 90 professores de seis escolas da rede na área do Núcleo Territorial de Educação de Itabuna (NTE 05), contemplando os povos Tupinambá e Pataxó Hãhãhãe.

A atividade, que segue até sexta-feira (23), no Tarik Fontes Plaza Hotel, sob a responsabilidade de educadores da Fundação Getúlio Vargas (FGV), também contemplará professores das redes municipais por conta do regime de colaboração da Secretaria da Educação do Estado com os municípios. :: LEIA MAIS »

Marcha das Mulheres Indígenas divulga documento final: “lutar pelos nossos territórios é lutar pelo nosso direito à vida”

MACHA1

“Seremos sempre guerreiras em defesa da existência de nossos povos e da Mãe Terra”, afirma documento da mobilização

Após cinco dias de debates e manifestações em Brasília, as representantes de mais de 130 povos indígenas que participaram da I Marcha das Mulheres Indígenas divulgam o documento final da mobilização. “Somos totalmente contrárias às narrativas, aos propósitos, e aos atos do atual governo, que vem deixando explícita sua intenção de extermínio dos povos indígenas, visando à invasão e exploração genocida dos nossos territórios pelo capital”, afirmam no documento.

Salientando a relação que existe entre os territórios tradicionais dos povos indígenas, seus corpos e sua vida espiritual, as mulheres indígenas que realizaram sua primeira marcha nacional denunciam a violência de que são vítimas, mas apontam o machismo como “mais uma epidemia trazida pelos europeus” e defendem que, no combate a essas mazelas, as especifidades da organização social dos povos indígenas sejam levadas em conta. :: LEIA MAIS »

Saúde: Suicídio entre índios cresceu no Amazonas nos últimos anos

São Gabriel da Cachoeira registra os maiores índices do Brasil. Foto: Arquivo/AC

Ainda há incertezas sobre os fatores, que podem envolver questões culturais, mas os altos índices acenderam o alerta das autoridades de saúde; foram 128 registros só em 2017

Problema de saúde pública, o suicídio vai ser, neste mês, o assunto de oficinas realizadas em três municípios do Amazonas. Os encontros, promovidos pelo Comitê Gestor de Prevenção ao Suicídio, pretendem não só discutir a temática, como preparar os diversos profissionais da área da saúde e educação a lidar e identificar a problemática que atinge muitos jovens indígenas no Amazonas. Os encontros acontecerão em preparação para a campanha “Setembro Amarelo”, que tem como foco a conscientização sobre a prevenção do suicídio em todo o Brasil. :: LEIA MAIS »

RJ: Dia Internacional dos Povos Indígenas, comemorado no Parque Lage

O evento gratuito e promove o encontro de mais de vinte etnias de vários países para celebrar e, também, mostrar a sua importância para a história do planeta.

O Dia Internacional dos Povos Indígenas 2019 reúne indígenas mais de 20 etnias para entoar cânticos e danças, levantar debates, vender artesanatos tradicionais e promover a troca de conhecimento. No final de semana do dia 03 e 04 de agosto acontece, então, a grande feira cultural com entrada franca a adultos, jovens e crianças.

Indígenas dos povos Pataxó do sul da Bahia, Fulni-ô de Pernambuco, os Guarani e os Puri do Rio de Janeiro, os Tukano e os Tikuna do Amazonas, os Kariri-Xocó de Alagoas, os Guajajara do Maranhão, os Kamayurá do Alto Xingu e os Potiguara do Rio Grande do Norte são algumas das etnias presentes , mais apresentações do grupo indígena multiétnico da Aldeia Maracanã, do Rio de Janeiro. :: LEIA MAIS »

Após mobilização, MEC garante 4 mil Bolsas Permanência a estudantes indígenas e quilombolas

Mobilização em defesa de políticas de permanência para indígenas e quilombolas no ensino superior, em frente ao MEC, em Brasília. Foto: Tiago Miotto/Cimi

Cerca de 1200 estudantes não serão contemplados pelo Programa Bolsa Permanência devido aos cortes de recursos. MEC comprometeu-se a incluí-los em outro programa
Durante semana de mobilização em Brasília, o Ministério da Educação (MEC) garantiu a abertura de quatro mil novas Bolsas Permanência para estudantes indígenas e quilombolas até o dia 29 de junho. O compromisso foi assumido em reunião realizada após uma marcha de estudantes e lideranças até o MEC, na quarta-feira (5). :: LEIA MAIS »

CNDH reúne cerca de 150 membros da Terra Indígena Tupinambá de Serra do Padeiro, na Bahia

FB_IMG_1555764343377_1

Em missão ao sul da Bahia para tratar de violações a direitos de indígenas, o Conselho Nacional dos Direitos Humanos – CNDH visitou ontem (16) a Terra Indígena Tupinambá de Serra do Padeiro, próximo aos municípios de Buerarema e Canavieiras, onde vive o cacique Babau, ameaçado de morte.

:: LEIA MAIS »

CNDH realiza missão ao sul da Bahia para tratar de violações de direitos de indígenas

reuniao2
O Conselho Nacional dos Direitos Humanos – CNDH iniciou ontem(15), uma missão ao sul da Bahia para tratar de violações de direitos humanos de indígenas. Pela manhã, foi iniciada uma audiência pública na Terra Indígena Tupinambá de Belmonte, com a presença da vice-presidente do conselho, Deborah Duprat, da conselheira Sandra Carvalho, do conselheiro Herbert Barros, da representante da secretaria-executiva do CNDH, Elisa Colares, além de Paulo Maldos (Conselho Federal de Psicologia), Vladimir Correia (Defensoria Pública da União), Ailson Machado(Secretaria Nacional de Promoção da Igualdade Racial-MMFDH), Antonio Francisco Neto e Alessandra Pereira (ambos do Comitê de Defensores de Direitos Humanos).

:: LEIA MAIS »

MUPOIBA: Governo descarta municipalização da saúde indígena em audiência pública na CDH

012

Em audiência pública sobre saúde indígena na Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa (CDH) nesta quinta-feira (11), a coordenadora da Articulação dos Povos Indígenas do Brasil, Sônia Guajajara, pediu a manutenção da Secretaria Especial de Saúde Indígena (Sesai), e criticou a intenção de municipalizar o atendimento médico a indígenas. O secretário da Sesai, Marco Antonio Toccolini, também presente no debate, afastou a possibilidade de municipalização. :: LEIA MAIS »

BA: Sepromi e SEC discutem Questões étnico

JERONIMO-450x300

O secretario Jerônimo Rodrigues da SEC,  e a secretária Fabya Reis da Sepromi, reunidos no CAB.

Uma reunião entre dirigentes das secretarias de Promoção da Igualdade Racial (Sepromi) e da Educação (SEC) realizada nesta quarta-feira (10), em Salvador, alinhou estratégias conjuntas para potencializar a valorização da diversidade étnico-racial e o combate ao racismo na política educacional em curso no estado da Bahia. Titulares das duas pastas, Fabya Reis e Jerônimo Rodrigues, conduziram o diálogo, no Centro Administrativo da Bahia (CAB).

:: LEIA MAIS »

Secretaria discute: políticas para a Educação Escolar Indígena com diferentes etnias da Bahia

Professores e lideranças indígenas participaram reunião do Fórum Estadual de Educação Escolar Indígena da Bahia. Fotos: Eugênio Moura/Secom

Com o intuito de debater, avaliar e propor melhorias para a Política Estadual de Educação Escolar Indígena, a Secretaria da Educação do Estado da Bahia participou, nesta quinta-feira (4), no Instituto Anísio Teixeira (IAT), da reunião do Fórum Estadual de Educação Escolar Indígena da Bahia (FORUMEIBA). O encontro contou com a participação de representantes de 23 etnias de diferentes regiões da Bahia. :: LEIA MAIS »



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia