WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

policlinica itabuna

outubro 2019
D S T Q Q S S
« set    
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031  


:: ‘_destaque1’

Lideranças indígenas dizem não ao marco temporal e ao arrendamento em audiência pública na OAB Em Brasília

Lideranças de povos da Bahia, de Roraima e de Mato Grosso participaram de audiência pública sobre Defesa dos Direitos Indígenas

Cacique Suruí Pataxó questionou representantes do governo Bolsonaro na audiência pública da OAB. Foto: Tiago Miotto/Cimi

Lideranças dos povos Pataxó e Tupinambá, da Bahia, dos povos Macuxi, Wapichana e Aturaiu, de Roraima, e do povo Xavante, de Mato Grosso, participaram na manhã desta quinta-feira (17) da Audiência Pública sobre a Defesa dos Direitos dos Povos Indígenas realizada na Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) em sua sede, em Brasília.

Junto a representantes de organizações indigenistas e voltadas à defesa direitos humanos, advogados e advogadas, as lideranças indígenas debateram os caminhos e os desafios para a defesa de seus direitos originários. :: LEIA MAIS »

Exclusivo: Extrativistas e indígena receberam Prêmios Internacional Pela Conservação da Natureza

Lilian dos Campinhos, Sônia Guajarara, Carlos Alberto dos Santos e Maria da Gloria receberam Prêmios em evento internacional.

Com o tema Soluções para o bem-estar e desenvolvimento sustentável, o evento contou com a presença de autoridades de diversos países da região.

Em Lima no Peru aconteceu o III Congresso de Áreas Protegidas da América Larina e Caribe (CAPLAC), no Centro de Convenções de Lima, de 14 a 17 de outubro e reuniu mais de 2.500 especialistas em temas de conservação de 37 países.

Presentes a iniciativa representações extrativistas, indígena, organizações da sociedade civil e do poder público que promovem a gestão ambiental, o desenvolvimento sustentável, a conservação dos territórios e contribuir com a defesa e proteção dos territórios tradicionais brasileiro. :: LEIA MAIS »

Primeiro indígena defende TCC no curso de Odontologia da UEPG

KLEITO

““Somos existência da resistência. Nossos antepassados resistiram para que a gente existisse hoje, então vamos dar continuidade “à nossa resistência”. Esse foi o recado de Renato Pereira, primeiro indígena a defender um trabalho de conclusão de “curso em Odontologia na UEPG, para os colegas indígenas que estudam na universidade.

Na sexta (11), Renato, que é da etnia kaingang, defendeu o trabalho Adaptação transcultural e tradução de material educativo em saúde bucal para língua “Kaingang”. O trabalho orientado pelo professor Manoelito Ferreira Silva Júnior e pela professora Letícia Fraga foi aprovado pela banca, composta ainda pelas professoras Márcia Helena Baldani Pinto e Cristina Berger Fadel. :: LEIA MAIS »

Indígenas ocupam Quito na véspera de protesto contra um governo encurralado

QUITO

Milhares de indígenas se concentram nesta terça-feira (8) em Quito, na véspera de um grande protesto contra o presidente equatoriano Lenín Moreno que, encurralado, ofereceu diálogo aos manifestantes, aos quais chamou de “irmãos”.

“Há diálogo para os irmãos indígenas, que lastimavelmente têm necessidades, e nisto estamos de acordo”, disse o presidente à imprensa em Guayaquil, para onde transferiu a sede do governo devido devido à mobilização prevista para a quarta-feira.

Na sede do governo regional, onde está despachando, o presidente afirmou que “há um dinheiro que vai deixar de ser gasto, que é o que gera a eliminação do subsídio à gasolina”. :: LEIA MAIS »

Ilhéus: Ação Tupinambá de Olivença executará projeto de combate ao trabalho infantil indígena

A Procuradora do Trabalho, Bradiane Ribeiro Farias, ressaltou a responsabilidade e importância da ação nas comunidades indígenas.

O Projeto Educacional de Segurança Alimentar para Erradicação do Trabalho Infantil Indígena foi lançado no dia (03/10), no distrito de Olivença, em Ilhéus, no sul da Bahia. A iniciativa conta com um investimento de cerca de R$ 350 mil reais do Fundo de Promoção do Trabalho Decente (Funtrad) e Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte.O projeto terá duração de 15 meses e vai promover intervenções educacionais, nutricionais e de lazer em cinco aldeias Tupinambá da região: Itapuã, Ygalha, Tupã, Olho d’Água e Acuípe de Cima. Serão beneficiadas, diretamente, 200 crianças e adolescentes, entre 6 e 13 anos. De forma indireta, 600 pessoas em situação de vulnerabilidade social serão contempladas.

:: LEIA MAIS »

“Há genocídio em curso contra índios isolados,” dizem pesquisadores

inimigo-de-indio-e-inimigo-meu-foto-renato-soares-1-800x445.jpg.pagespeed.ce.k_I1Mhb_n0

*Jornal do Brasil

Um grupo de 14 indigenistas, indígenas e ex-coordenadores do setor da Funai voltado para a proteção a índios isolados divulgou neste sábado (5) uma carta aberta na qual repudia um “crime de genocídio em curso” em razão de “frequentes cortes e contingenciamentos”.

A carta critica a exoneração do indigenista Bruno Pereira do cargo de coordenador da área na Funai, ocorrida “sem motivos técnicos aparentes”. O ato de exoneração de Pereira do cargo foi assinado pelo secretário-executivo do ministério comandado pelo ex-juiz federal Sérgio Moro (Justiça e Segurança Pública) e divulgado nesta sexta-feira (4) no Diário Oficial da União.

:: LEIA MAIS »

XIX Peregrinação em Memória dos Mártires: Deputado Fabrício Falcão participa da Caminhada dos Índios Tupinambá

O deputado estadual Fabrício Falcão, ao lado de lideranças local no início da caminhada dos Tupinambá

Na manhã de domingo, 30 de setembro de 2019. Debaixo de um sol ardente, na rodovia Ilhéus, Una, no sul da Bahia, foi tomada por uma multidão: o povo Tupinambá de Olivença realiza a XIX Caminhada dos Mártires. Em caminhada de aproximadamente sete quilômetros, da Vila de Olivença até a Praia do Cururupe, em Ilhéus, cerca de 3.000 pessoas participaram da edição, que faz memória à Batalha dos Nadadores, chacina comandada pelo governador-geral Mem de Sá, em 1559, contra os Tupinambá.
Presente no evento, o deputado Jean Fabrício Falcão (PCdoB) afirmou estar impressionado com a manifestação.“Tive a honra de participar este ano e foi muito bom estar presente num momento muito bonito, forte e também grave. :: LEIA MAIS »

Povos Tradicionais: Comissão da CESPCT visita Aldeia Renascer no Extremo Sul da Bahia

A A TODOS NA ALDEIA RENASCER OK

Como parte da reunião da Comissão Estadual para a Sustentabilidade dos Povos e Comunidades Tradicionais (CESPCT), promovida em Teixeira de Freitas, pela  a Secretaria Estadual de Promoção da Igualdade Racial, que têm como secretária a drª Fábya Reis, no último dia 13 (sexta-feira), uma comissão com representantes de diversas secretarias do Estado e representações de lideranças de comunidades tradicionais da bahia, visitaram a Aldeia indígena Renascer no município de (Alcobaça). As visitas de intercâmbio aconteceram também nas comunidades pesqueiras e quilombolas da região, como parte da programação do evento. :: LEIA MAIS »

“Brasil terá primeira “catedral” indígena na Amazônia financiada pelo Vaticano

A A A CATEDRAL 01

“Templo religioso será construído no coração da reserva Yanomami, a maior terra indígena do Brasil”

Até 2022 o Brasil terá uma “Catedral Indígena Yanomami” no coração da floresta amazônica. A confirmação oficial vem da Igreja Católica, que há poucos dias recebeu a aprovação do Papa Francisco para iniciar a construção, estimada inicialmente em R$ 800 mil. Metade deste valor já foi repassado pelo Vaticano para as autoridades católicas em terras brasileiras”

“Batizado de Igreja Matriz Nossa Senhora de Lourdes, em razão da devoção dos índios a Nossa Senhora,  o templo religioso ficará no extremo noroeste do país, no território da maior terra indígena do Brasil – a Yanomami, com 9,6 milhões de hectares, homologada em 1992 pelo então presidente Fernando Collor de Mello –, aos pés do Pico da Neblina e a 13 horas distante de São Gabriel da Cachoeira, no estado do Amazonas, que é a cidade mais próxima na região da tríplice fronteira Brasil-Colômbia-Venezuela.” :: LEIA MAIS »

Ibama vai contratar brigadista para combate a incêndio para Porto Seguro e cidades do norte/nordeste

BAMA autoriza contratação de brigadistas para combate de incêndios florestais nas regiões centro-oeste, norte e nordeste do Brasil, e também no Rio de Janeiro.

O Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis – Ibama autoriza a Prevfogo a contratar Brigadistas Federais temporários.

Serão preenchidas vagas nas funções de Brigadista Chefe de Brigada (9), Brigadistas Chefes de Esquadrão (26) e Brigadistas para prevenção e combate aos incêndios florestais (140).Também está autorizada a contratação de Brigadistas de Manejo Integrado do Fogo, nas seguintes condições e quantidades abaixo discriminadas: :: LEIA MAIS »



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia