WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia



fevereiro 2019
D S T Q Q S S
« jan    
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
2425262728  


:: ‘Notícias’

Arqueologia: Mata queimada cresce; museu, não: cientistas indígenas avaliam perdas

Glicéria Jesus da Silva

* Daniela Fernandes Alarcon Do UOL, Rio

“Tem um período aqui na aldeia em que acontecem incêndios. A mata queima, o fogo devasta tudo. Só que a mata, deixando lá, renasce. É diferente de um museu: um museu é muito frágil.” A professora Glicéria Jesus da Silva, 36, indígena tupinambá da aldeia Serra do Padeiro, sul da Bahia, diz que ainda tem dificuldade para absorver o incêndio que devastou o Museu Nacional, cujas obras para estabilizar o edifício começaram nesta semana. O resgate do acervo indígena que se salvaram do incêndio. :: LEIA MAIS »

Saúde: Ilhéus inaugura UPA 24 Horas

Fachada UPA 24 Horas no Bairro da Conquista em Ilhéus -Foto: Secom

A rede municipal de saúde de Ilhéus ganha um reforço importante com a inauguração da Unidade de Pronto Atendimento Municipal (UPA) 24 Horas da Conquista, ex-Policlínica Halil Medauar, neste sábado (15), a partir das 09 horas. A solenidade de inauguração contará com a presença do prefeito Mário Alexandre e do secretário da Saúde da Bahia, Fábio Villas-Boas, representante d Conselho Estadual de Saúde além de secretários e assessores municipais, vereadores, autoridades locais e da região :: LEIA MAIS »

CE: Mais de 12 mil eleitores votarão em comunidades indígenas e quilombolas

eleicao2b
Mais de 12 mil eleitores votarão em 67 seções instaladas em comunidades indígenas e quilombolas no Ceará, de acordo com o Tribunal Regional Eleitoral (TRE-CE), nas eleições de outubro deste ano. Em 30 seções especiais indígenas votarão 5.253 eleitores. Já as 37 seções eleitorais quilombolas atenderão 7.125 eleitores. As seções que atenderão a comunidade indígena serão instaladas nos municípios de Acaraú, Aquiraz, Aratuba, Canindé, Caucaia, Crateús, Itapipoca, Itarema, Monsenhor Tabosa, Novo Oriente, Pacatuba, Poranga, Quiterianópolis, São Benedito e Tamboril. :: LEIA MAIS »

Arqueólogos encontram cemitério indígena com mais de 500 anos

scavaçao
Uma espécie de cemitério indígena, com nove urnas funerárias enterradas há cerca de 500 anos, foi encontrado por arqueólogos em expedição na comunidade Tauary, Amazonas. As urnas estavam enterradas a uma profundidade de 40 centímetros da superfície, dentro de uma área de quatro metros quadrados, nas imediações da escola comunitária. No Brasil, é a primeira vez que cientistas localizam e escavam urnas funerárias da chamada Tradição Polícroma da Amazônia, diretamente do solo. A expedição foi coordenada por pesquisadores do Instituto Mamirauá. :: LEIA MAIS »

Educação: Inaugurada a reforma da Escola Indígena em Euclides da Cunha

Autoridades prestigiam a inauguração da reforma da Escola Indígena na aldeia de Massacará, do Vereador Cacique Flavio

Foi inaugurada no dia 24/08 a reforma da escola estadual Indígena Dom Jackson Berenguer Prado, na aldeia Massacará dos índios Kaimbé no município de Euclides da cunha. A obra foi uma conquista do mandato do Vereador Cacique Flávio Kaimbé, em parceria com o município e o governo do estado, que beneficiará mais de 600 alunos e 65 professores. No descerramento da fita inaugura, além da direção da escola, se fez presente o Prefeito municipal Luciano Pinheiro, e representantes dos diversos seguimentos, tais como: sindicato dos Trabalhadores Rurais, direção local do Partido dos Trabalhadores e o publico em geral. Uma aula inaugural do curso técnico de Informática, foi também um ponto alto das celebrações da inauguração da escola, :: LEIA MAIS »

Mekukradjá: evento de cultura indígena abre nesta semana no Itaú Cultural

Paralelamente, mostra de cinema já está disponível no site do Itaú Cultural – Rodrigo Araújo/Divulgação

De origem na tribo caiapó, localizada nos estados do Mato Grosso e Pará, a palavra mekukradjá expressa também o Círculo de Saberes que o Itaú Cultural realiza em São Paulo e tem como tema central a cultura e as pautas dos povos indígenas.

Em 2018, o tema é “Movimento da Memória” e reúne representantes de 12 tribos:

Mucuxi, de Roraima; Xokleng, de Santa Catarina; Guarani Kaiowa, de Pernambuco; Kisedje, do Xingu; Tukano, do Amazonas; Pataxó, da Bahia; Avá-Guarani, do Mato Grosso do Sul; Xucuru Kariri, do Alagoas; Kayapó, do Pará; Karajá, de Goiás e, do Mato Grosso, os Kura-Bakairi e Balatiponé.

:: LEIA MAIS »

Quando terreiro e aldeia se encontram, o Ubuntu e o Bem Viver se fortificam

a TERREEEIROS

Por Haroldo Heleno, Equipe Sul e Extremo Sul da Bahia, do Cimi Regional Leste

Ao som dos Tambores, balançar dos Maracás e as ancestralidades Bantu/Indígena passeando pelas Matas Sagradas do Terreiro do Campo Caxuté aconteceu entre os dias 08 a 11 de agosto de 2018 a 5ª Vivência Internacional da comunidade, com o tema: “A ancestralidade Bantu-indígena: na luta pelo Ubuntu e pelo Bem Viver”.

“A Comunidade de Terreiro do Campo Bantu-Indígena Caxuté, (re)existe a quase duas décadas e meia em Valença, no Baixo Sul da Bahia. E vem sendo construído há mais de duas décadas sob a liderança da sacerdotisa Afro, Mam´etu Kafurengá (Mãe Bárbara) inspirando-se no legado da Mam´etu Kasanji (Mãe Mira). A Comunidade Caxuté situa-se no povoado de Cajaíba (Valença – BA) e é banhada pelo Rio Graciosa, rodeada pelo manguezal, dendezeiros e pela biodiversidade que pulsa da Mata Atlântica. Assim a ndanji (raiz) Caxuté se “esparrama” pelo mundo através das raízes da frondosa Gameleira de Kitembu[i]. :: LEIA MAIS »

CANAVIEIRAS: Funcionários Público obrigados a Participar de Manifestação

ESCOLA CANAVIEIRAS

Escolas e setores público, invadidos pela opressão

Professores da rede Estadual, Municipal e Servidores de Canavieiras estão sendo obrigados e participar de uma manifestação contra a RESEX de Canavieiras, em favor do agronegócio, e a destruição de áreas de preservação, a pedido do gestor Local. Segundo informações os servidores estão recebendo comunicados e convocações por meio das suas chefias imediatas ligadas ao prefeito em caráter obrigatório para comparecer em uma praça da cidade com o intuito de manifestar sua opinião obrigatoriamente contra a RESEX e a favor da criação de uma APA. Essa estratégia para mobilizar os funcionários foram tomadas em função do alto desgaste que vem sofrendo o prefeito, :: LEIA MAIS »

Medicina tradicional mostra eficácia no alívio da dor entre indígenas

Os tupinambá de Olivença, realizam ações de saúde nas aldeias, levando Profissional de Saúde que fazem palestras, através do projeto Ação Saúde Indígena da Ação Bahia e defendem o uso da plantas medicinais

“Remédio de branco” é menos eficiente no tratamento, revela pesquisa

Agência Brasil

A medicina tradicional indígena foi mais eficaz do que remédios convencionais no tratamento da dor entre membros das tribos do Vale do Javari, no oeste do Amazonas, É o que revela pesquisa realizada pela mestra em enfermagem Elaine Barbosa de Moraes, com apoio da Fundação de Apoio à Pesquisa do estado de São Paulo (Fapesp). A pesquisadora ouviu 45 índios das etnias marubo, canamari e matis, dos quais 80% recorreram à medicina tradicional indígena para o tratamento da dor e 64,5% confirmaram a eficácia desse método. Entre os 87,7% que usaram a medicina convencional, tomando o chamado “remédio de branco”, 22,2% disseram que o tratamento foi eficaz. :: LEIA MAIS »

Indígena relata vivência em contexto urbano

Dia internacional dos Povos Indígenas foi instituído pela ONU

Por Thaís Ferrari

Entre tantas datas comemorativas e de conscientização, no dia 09 de agosto é comemorado o Dia Internacional dos Povos Indígenas, marco instituído pela Organização das Nações Unidas (ONU) para a Educação, a Ciência e a Cultura – UNESCO, no final de 1994, salientando a primeira reunião do Grupo de Trabalho da ONU sobre Populações Indígenas, realizada em Genebra, em 1982. Visto a relevância da data, conversamos com Hortência Lopes, 42, nome indígena: Nikita, que vive em contexto urbano em Valinhos, e luta pelos direitos e pela visibilidade e permanência da cultura dos povos indígenas na cidade. :: LEIA MAIS »



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia