WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia



fevereiro 2019
D S T Q Q S S
« jan    
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
2425262728  


:: ‘Notícias’

Quem é a indígena da equipe de Bolsonaro?

“Silvia Nobre nasceu na aldeia da etnia Waiãpi, no Amapá, na fronteira com a Guiana Francesa . Aos 3 anos, foi adotada por uma família de Macapá. Reprodução/Facebook

Silvia Nobre Waiãpi morou na rua, foi atriz da Globo, virou corredora e hoje é oficial do Exército. Ela é uma das quatro mulheres indicadas para a equipe de transição do presidente eleito. “Moradora de rua, vendedora de livros, atriz, atleta, fisioterapeuta e primeira índia militar. Todos esses rótulos passaram pela vida de Silvia Nobre Waiãpi, 42 anos, uma das quatro mulheres entre os 28 homens que integram a equipe de transição do presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) até agora.”   “O nome da indígena – que nasceu na aldeia da etnia Waiãpi, no Amapá, na fronteira com a Guiana Francesa – foi anunciado nesta quarta-feira (6). Não há confirmação se ela terá cargo remunerado ou se será colaboradora.”

BAHIA VAI SEDIAR JOGOS UNIVERSITÁRIOS BRASILEIROS EM 2019

Os dirigentes visitaram praças esportivas que deverão ser usadas para provas dos JUBs, a exemplo do Centro Pan-americano de Judô, em Lauro de Freitas.

A Bahia foi escolhida como estado-sede da próxima edição dos Jogos Universitários Brasileiros 2019 (JUBs). O anúncio oficial foi feito na noite desta sexta-feira (9), em Maringá, no Paraná, com presença de atletas, técnicos e dirigentes que estão na cidade participando do JUBs/2018. As competições na Bahia, com realização programada para novembro do próximo ano, terão o apoio do Governo do Estado, por meio da Superintendência dos Desportos (Sudesb), autarquia da Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre), em parceria com a Federação Universitária Baiana de Esportes. :: LEIA MAIS »

índios charrua: Tidos como extintos, sobreviveram ‘invisíveis’ por décadas e hoje lutam por melhores condições de vida

Após massacre no século 19, remanescentes se afastaram dos traços culturais da etnia enquanto fugiam de fazendeiros.

O primeiro desafio foi provar que ainda existiam. Por décadas, a história ensinou que os índios charrua foram traídos e massacrados por colonizadores europeus após anos de perseguição. Mostrar que a trajetória do grupo não acabou ali se tornou a grande luta de Acuab, primeira mulher cacica-geral do povo charrua no Rio Grande do Sul e a principal liderança da aldeia Polidoro, em Porto Alegre. :: LEIA MAIS »

BA: Governo do Estado assina convênios de mais de R$9 milhões para agricultura familiar

Representantes do governo assinam convênios do Bahia Produtiva.

Representantes do governo do Estado e dirigentes de 32 cooperativas e associações de agricultores familiares, quilombolas, indígenas e assentamentos assinaram, nesta quinta-feira (8), durante cerimônia na sede regional da Ceplac, em Ilhéus, convênios com o Bahia Produtiva. O projeto é executado pela Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR/SDR) e vai liberar R$ 9,3 milhões. A assinatura ocorreu durante o lançamento do Plano Operacional para o Cacau e Chocolate da Bahia 2018 – 2022. :: LEIA MAIS »

Articulação dos Povos Indígenas do Brasil apresenta Nota Pública “Eleições 2018: Em defesa da democracia e dos nossos direitos”

a-sapulha

A Nota Pública reforça também a necessidade de atenção dos organismos e mecanismos nacionais e internacionais de direitos humanos frente ao cenário do Brasil.

Por Ascom APIB

A Articulação dos Povos Indígenas do Brasil (APIB) apresentou, na última sexta-feira (19), nota pública “Eleições 2018: Em defesa da democracia e dos nossos direitos” para reforçar o alerta em proteção à vida e aos direitos assegurados pela Constituição Federal e tratados internacionais assinados pelo Brasil, tendo em vista o posicionamento do candidato de extrema direita às eleições presidenciais, Jair Bolsonaro (PLS) que caminha na contramão da democracia no Brasil.

Entre as ameaças manifestadas por Jair Bolsonaro, o candidato declarou, reiteradas vezes, acabar com direitos constitucionais dos povos indígenas e de suas terras tradicionais, em favor do agronegócio. A Nota Pública reforça também a necessidade de atenção dos organismos e mecanismos nacionais e internacionais de direitos humanos frente à esse cenário. :: LEIA MAIS »

PA: Ufopa realiza 8ª Semana dos Povos Indígenas em Santarém

150929074803_tapajosdanca_624x351_lunaeparrachogreenpeace_nocredit

Mundurucus da terra indígena Sawré Muybu, no Pará, às margens do Tapajós — Foto: Lunae Parracho Greenpeac

Começa nesta terça (23) e segue até sexta (26) a 8ª Semana dos Povos Indígenas da Ufopa. O evento será realizado no Unidade Rondon, em Santarém, no oeste do Pará. Com o tema “Permanência na Graduação e Pós-Graduação”, a programação inclui mesas-redondas, oficinas, apresentações culturais e pinturas corporais. Organizado pelo Diretório Central dos Estudantes Indígenas (Dain) e pela Pró-Reitoria de Gestão Estudantil (Proges), com apoio da Pró-Reitoria da Comunidade, Cultura e Extensão (Procce), a Semana tem como objetivo apresentar ao público a realidade dos 18 povos indígenas presentes na Universidade, a diversidade cultural e também suas reivindicações. :: LEIA MAIS »

Eleições 2018: Haddad propõe demarcar terras indígenas e desmatamento zero

Amazônia_rio coração

Conheças as propostas do presidenciáveis para o meio ambiente

Em meio a uma campanha eleitoral focada principalmente na questão das notícias falsas, os desafios do meio ambiente têm sido pouco debatidos pelos candidatos à Presidência da República. Nas propostas de governo entregues pelos candidatos ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE), a questão é tratada de forma diversa e reflete a polaridade entre os presidenciáveis. :: LEIA MAIS »

Indústria tumultua a vida da comunidade indígena da Indonésia

Plantations took over the forest near Jambi, forcing Temenggung Tarip and his wife to move to a house. (Kemal Jufri for The New York Times)

Desde 2000, cerca de 15% da cobertura de árvores da Indonésia desapareceu, eliminando o modo de vida dos Orang Rimba. Foto: Kemal Jufri

JAMBI, Indonésia – Quando as flores não puderam mais invocar os deuses, o curandeiro soube que chegara a hora de abandonar a floresta.

Curandeiro tradicional dos Orang Rimba, ou povo da floresta, aqui na ilha indonésia de Sumatra, Temenggung Tarip utilizou por muito tempo as flores da selva para conjurar os deuses para a sua comunidade indígena seminômade. Uma oferenda de pétalas coloridas trazia o deus elefante, ótimo para curar a dor de dente, ou o deus tigre, para as pessoas que se perderam no caminho. :: LEIA MAIS »

Paraná: Funai reconhece estudo para demarcação indígena no estado

IMAGEM_NOTICIA_5

A Fundação Nacional do Índio (Funai) reconheceu e aprovou as conclusões de um estudo para a demarcação de terras indígenas nos municípios de Altônia, Guaíra e Terra Roxa, na região oeste do Paraná. A área totaliza pouco mais de 24 mil hectares, compreendendo duas Glebas além da Área de Ilhas, que, de acordo com os laudos, seriam ocupações tradicionais do povo Avá-Guarani. :: LEIA MAIS »

Ilhéus – Populares fazem marcha pela paz e contra a intolerância religiosa

A II Caminhada pela Paz e Contra a Intolerância Religiosa, realizada na manhã de domingo (14), na zona norte de Ilhéus, reuniu centenas de pessoas.

A II Caminhada pela Paz e Contra a Intolerância Religiosa, realizada na manhã de domingo (14), na zona norte de Ilhéus, reuniu centenas de pessoas. Adeptos de diversas matrizes religiosas integraram o cortejo guiado por um mini trio, onde líderes da manifestação pediam à sociedade, de modo geral, respeito às diferenças e opções de fé de cada cidadão. :: LEIA MAIS »



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia