WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

secom ponte ilheus

agosto 2020
D S T Q Q S S
« jul    
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031  


:: ‘Notícias’

Bahia Governo disponibiliza a segunda parcela do vale-alimentação estudantil na próxima segunda-feira

Cerca de 800 mil estudantes da rede estadual de ensino poderão, a partir de segunda-feira (8), realizar as compras com o cartão do vale-alimentação estudantil, nos 417 municípios da Bahia. Isto envolve os estudantes de Salvador e das 21 cidades que,  na primeira etapa, receberam o vale-alimentação nas redes Assaí e Cesta do Povo. Agora, todos os estudantes da rede estadual poderão fazer as compras com o cartão – o qual todos têm acesso – em qualquer estabelecimento que receba a bandeira Alelo. O benefício é de R$ 55 por estudante.  :: LEIA MAIS »

Solidariedade: Comitê Popular Solidário de Ilhéus entrega máscaras artesanais para Indígenas

Representante do Comitê, Lideranças indígenas e funcionários da Sesai, na entrega das Máscaras. Foto: Redes Socias.

O Comitê Popular Solidário de Ilhéus, realizou uma entrega de 400 máscaras artesanais à Secretaria Especial de Saúde Indígena, para doação nas comunidades indígena de Olivença. O ato de entrega aconteceu hoje (05/11),  no polo Base do Dsei em Ilhéus, e contou com as presenças de representações do controle social e lideranças indígenas, entre os presentes estavam presidente do Conselho de Caciques de Olivença, Cacique Gildo do Amaral, o cacique Sival Sussuarana, que também é enfermeiro de saúde indígena, além de representantes da Sesai e do comitê Solidário. :: LEIA MAIS »

BA: Deputada Neusa Cadore manifesta pesar por feminicídio de jovem indígena

“Não podemos nos calar e nem naturalizar a violência”, enfatiza deputada estadual Neusa Cadore.

A deputada Neusa Cadore (PT), presidente da Comissão de Direitos Humanos e Segurança Pública da Assembleia Legislativa, apresentou, na Casa Legislativa, uma moção de pesar pelo assassinato da indígena Laurena Ferreira Borges da etnia pataxó hãhãhãe. A jovem de 28 anos da aldeia Bahetá, em Itaju do Colônia, que era mãe de duas crianças, foi vítima de feminicídio no último sábado (30), por Jeferson Dias Souza que já se encontra preso. A petista lamentou o caso de feminicídio e destacou o aumento dos casos de violência doméstica contra  mulher. :: LEIA MAIS »

Ilhéus: Secretaria de saúde continua com ações de combate e prevenção ao coronavírus em aldeias dos Tupinambá

Poder público e comunidade, juntos no combate ao Covid-19

A prefeitura de municipal de Ilhéus por meio de sua secretaria de saúde (Sesau), em parceria com a Secretaria Especial de Saúde Indígena (Dsei-BA), e os Caciques e lideranças indígenas Tupinambá de Olivença, firmaram uma força-tarefa para combater a pandemia da Covid-19, nas comunidades indígena dos Tupinambá e seu entorno. Dando continuidade aos trabalhos dos profissionais do Dsei local.

A iniciativa surgiu a partir de diálogos nas reuniões da Comissão estadual de Saúde Indígena da Sesab, com representantes do conselho estadual de saúde, secretaria especial de saúde indígena (Dsei-BA), e a secretaria municipal de saúde de ilhéus, que conta com a mediação do conselheiro Cláudio Magalhães, indígena, que é do conselheiro municipal de saúde. :: LEIA MAIS »

Governo Bolsonaro transfere R$ 83,9 milhões do Bolsa Família para investir em propaganda

bolsa-familia

O governo federal retirou R$ 83,9 milhões que seriam usados no programa Bolsa Família para destinar à Secretaria Especial de Comunicação Social da Presidência (Secom). A medida atinge os recursos previstos para a região Nordeste do País e causou críticas no Congresso por ocorrer durante a pandemia do coronavírus, quando muitas famílias estão sem fonte de renda. O dinheiro será utilizado para comunicação institucional, ou seja, para fazer publicidade das ações da gestão de Jair Bolsonaro. :: LEIA MAIS »

Ações integradas melhoram o acolhimento de familiares e pacientes no Hospital Regional Costa do Cacau

HRCC

Os setores de Serviço Social e Psicologia do Hospital Regional Costa do Cacau (HRCC), em Ilhéus, realizam ações integradas para acolher familiares e pacientes também da Unidade Covid-19. Esse atendimento especial tem como objetivo garantir o acolhimento humanizado durante a pandemia.

Profissionais dessas duas áreas se uniram para fortalecer suas atividades de assistência social e orientação psicológica, em um momento delicado. O paciente acometido pela Covid-19, internado na ala específica para tratamento da doença, não pode receber visitas presenciais de parentes e amigos.

Por esse motivo, esse acolhimento diferenciado, acontece desde o primeiro momento, com a entrada do paciente. Assistentes sociais e psicólogos fazem vistas diárias aos pacientes para amenizar as dores emocionais e sociais causadas pelo distanciamento entre os pacientes e suas famílias.

Toda essa atividade integrada visa melhorar a relação paciente, família e unidade hospitalar para que se torne mais harmônica, ajudando na recuperação do enfermo. :: LEIA MAIS »

auxílio Emergencial: Câmara aprova projeto que dá preferência à mãe solteira para receber R$ 1.200

MULHER

A Câmara dos Deputados aprovou nesta terça-feira (2) o Projeto de Lei 2508/2020 da líder do PSOL na Câmara, Fernanda Melchionna (RS), assinado também por toda a bancada do partido, que prioriza a mulher como provedora para receber o auxílio emergencial de R$1.200 destinado a família monoparental. O recurso irá para o pai quando for comprovada a guarda unilateral pelo homem. :: LEIA MAIS »

BA: DECRETO DE SUSPENSÃO DAS AULAS É RENOVADO ATÉ 21 DE JUNHO

DECRETO DE SUSPENSÃO DAS AULAS NA BAHIA É RENOVADO ATÉ 21 DE JUNHO 1

O governador Rui Costa anunciou, nesta segunda-feira (1), mais uma renovação do decreto que impõe suspensão das aulas no estado da Bahia. Desta vez, a nova data limite é 21 de junho. As atividades escolares estão suspensas desde março, no entanto, conforme já havia anunciado em declarações anteriores, não há risco de suspensão do ano letivo.

A manutenção ou suspensão do decreto após a nova data será avaliada de acordo com o crescimento ou redução da incidência de Covid-19. Também permanece suspensa a realização de eventos com mais de 50 pessoas em todo o território baiano. :: LEIA MAIS »

Cultura Indígena: 5 coisas que você precisa saber

CERTUS 02

Os povos indígenas contribuíram para a formação da cultura brasileira com vários aspectos marcantes. Os costumes desse povo são encontrados em palavras do nosso vocabulário, em nomes de cidades, em alimentos que consumimos e vários outros fatores do nosso cotidiano. Mesmo tendo relevância, o conhecimento sobre os índios ainda é escasso em nosso país.

No dia 19 de abril comemora-se o Dia do Índio no Brasil, um momento para relembrarmos algumas características importantes dessa cultura. O órgão encarregado por cuidar do povo indígena é a Fundação Nacional do Índio (Funai). Ele é responsável por defender os direitos e estabelecer políticas públicas que favoreçam a preservação dos costumes e da população indígena. :: LEIA MAIS »

Nota de pesar e solidariedade pelo assassinato da jovem indígena Laureana Borges

A titular da Secretaria de Promoção da Igualdade Racial (Sepromi) e presidente da Comissão Estadual para a Sustentabilidade dos Povos e Comunidades Tradicionais (Cespct), Fabya Reis, externa pesar e solidariedade pela morte violenta da jovem indígena Laureana Ferreira Borges, da etnia Pataxó Hahahãe, ocorrida neste final de semana, no sul da Bahia.

Oriunda da aldeia Bahetá, no município de Itajú do Colônia, Laureana tinha 28 anos e foi vítima de feminicídio, praticado pelo seu próprio companheiro, já detido pela polícia, tendo confessado o crime.

Para além das diversas vulnerabilidades que atingem as comunidades indígenas, ainda mais agravadas no período de pandemia de Covid-19, a violência de gênero é outro grande problema a ser enfrentado pelos diversos setores da sociedade, tendo em vista a necessidade de proteção à integridade e aos direitos dos povos e comunidades tradicionais.

Fabya Reis destaca a importância da denúncia dos crimes relacionados às questões raciais, étnicas e de gênero, bem como da responsabilização devida aos responsáveis pelos atos.

O momento é de reafirmar os compromissos em defesa da vida, das diversidades e da qualidade de vida. A força e resistência dos povos indígenas permanecerão fortalecendo o diálogo, a coletividade e construindo o bem viver.

Salvador-Bahia, 1º de junho de 2020.

Fabya Reis
Titular da Secretaria de Promoção da Igualdade Racial (Sepromi)
Presidente da Comissão Estadual para a Sustentabilidade dos Povos e Comunidades Tradicionais (Cesp



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia