WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

prefeitura de ilheus


setembro 2018
D S T Q Q S S
« ago    
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30  


Saúde: Mutirão atende 17 mil indígenas no Amazonas e Rondônia

Ministério da Saúde deslocou 33 equipes para realizar cirurgias e exames.

Para assegurar atendimento de saúde à população indígena no Amazonas (AM) e Rondônia (RO), o Ministério da Saúde realiza um mutirão de exames, consultas e procedimentos até o próximo sábado (12) nessas regiões. Ao todo, 17 mil indígenas devem ser atendidos por 33 Equipes Multidisciplinares de Saúde Índigena (EMSI). Com o investimento de R$ 600 mil, os profissionais vão realizar cirurgias de catarata e hérnia, que estão entre as principais demandas dessa população. Também estão previstos atendimentos e exames odontológicos, ginecológicos, pediátricos e oftalmológicos.

:: LEIA MAIS »

Único da turma, indígena cursa direito na Bahia para tentar ajudar comunidade: ‘Necessidade da luta pelo meu povo’

kahu-perfil5

Jovem conversou com reportagem no (19), Dia do Índio, que fizeram levantamento sobre alunos autodeclarados indígenas em universidades públicas.

O estudante de direito da Universidade Federal da Bahia (Ufba) Kâhu Pataxó, de 27 anos, saiu da aldeia Coroa Vermelha, na cidade de Santa Cruz Cabrália, na região da Costa do Descobrimento, no extremo sul da Bahia, para estudar em Salvador e tentar ajudar seu povo na luta por direitos. Ele conversou com o G1 nesta quinta-feira (19), Dia do Índio. Ele conta que é o único indígena da turma que faz parte na graduação de direito. Já no curso, são cerca de sete alunos indígenas no total.

:: LEIA MAIS »

UFU: Pesquisadores lançam dicionário que explica significados de termos de origem indígena utilizados no Triângulo Mineiro

Ipê, Paranaíba e Uberaba são nomes que constam no estudo que teve início em 1999

pê, Paranaíba e Uberaba são um dos termos indígenas presentes no dia a dia de quem vive no Triângulo Mineiro. Para saber o significado dessas nomenclaturas de origem tupi, pesquisadores da Universidade Federal de Uberlândia (UFU) lançaram um dicionário com origens, significados e aspectos histórico-culturais desses nomes. O livro “Toponímia Tupi da região de Uberlândia no Triângulo Mineiro” foi lançado em abril deste ano e traz centenas de nomes de cachoeiras, rios, ruas, bairros e lugares presentes em Uberlândia e cidades do Triângulo Mineiro com origem tupi e seus respectivos significados.

:: LEIA MAIS »

BA: ” Agricultura familiar uma porra!” Diz vereador do PMDB de Canavieiras em sessão na câmara

O vereador do PMDB, que é apoiador de Geddel vieira Lima, preso com mais de 51 milhões, frutos da corrupção, afirma que pequeno agricultor não contribui para o desenvolvimento de Canavieiras

O vereador Jorge Garcia do PMDB de Canavieiras, surpreendeu a todos no plenário da sessão da Câmara de Vereadores quando levantou a voz mostrando toda sua indignação pelo fato dos pequenos agricultores Familiares do município, estarem sendo beneficiados com maquinários conseguidos através do governo do estado e de emendas parlamentar.  O vereador disse que:  “essa classe não contribui para o desenvolvimento do município, e sim aqueles produtores que geram empregos”frisou Garcia. Ligado ao ex-ministro Geddel Vieira Lima, do governo Michel Temer, o vereador não esconde  o seu lado em sempre defender os ricos, grandes fazendeiros e empresários local.

:: LEIA MAIS »

BA: Secretaria da Pesca cumpre acordo e pescadores serão beneficiados com o seguro defeso do Camarão de 2016 e 2017

 

O Coordenador da Pesca na Bahia, Dr. Josafá Marinho, entregou ao INSS a relação completa dos pescadores que solicitaram a Retificação de Dados referente ao crustáceo/Camarão.

 

“Assumimos um compromisso com o Secretário Dayvson Franklin pela confiança que ele depositou na Coordenação da Pesca na Bahia e mesmo com tantas dificuldades, conseguimos cumprir o Acordo Judicial, pois tivemos nesse período a transição da SEAP para Presidência da República, como também ficamos sem o Sistema de Consulta por mais de cinquenta dias por conta da migração do Sistema para a DATAPREV”, afirmou o Coordenador Josafá Marinho.
Milhares de pescadores estavam sem receber o seguro defeso do camarão desde 2016 e a atualização de dados foi necessária devido a divergências relacionadas aos objetos “mariscos” e “crustáceo/camarão” e foi realizada após Acordo Judicial entre a Defensoria Pública da União, o INSS e a Secretaria Especial da Aquicultura e da Pesca com a concordância do Ministério Público Federal, homologado pelo Juízo da 10ª da Justiça Federal da Bahia na Ação Civil Pública nº 8499-06.2017.4.01.3300.

:: LEIA MAIS »

Canadá: especialista da ONU pede novas medidas contra violência de gênero, em especial indígenas

Feathers are thrown in the air as First Nations people in traditional dress participate in the Walk for Reconciliation in Vancouver, B.C., on Sunday September 22, 2013. Thousands of people attended the walk that wrapped up a week Truth and Reconciliation Commission of Canada events in the city. From the 19th century until the 1970s, more than 150,000 aboriginal children were required to attend state-funded Christian schools in an attempt to assimilate them into Canadian society. They were prohibited from speaking their languages or participating in cultural practices. The commission was created as part of a $5 billion class action settlement in 2006 - the largest in Canadian history - between the government, churches and 90,000 surviving students. THE CANADIAN PRESS/Darryl Dyck ORG XMIT: VCRD114

Marcha de povos originários em Vancouver, em 2013. Foto: Canada.com

A relatora especial da ONU sobre a violência contra as mulheres, Dubravka Šimonović, apelou ao governo do Canadá para que intensifique seus esforços para prevenir e combater a discriminação e a violência contra as mulheres. Ao final de uma visita de 13 dias ao país, ela pediu melhorias na legislação e uma ação urgente sobre a violência sistêmica contra as mulheres indígenas.

:: LEIA MAIS »

Demarcação de 223 terras indígenas pode ser atropelada por nova legislação ambiental

Aldeia Guarani na Lomba do Pinheiro. 01.08.2013

Aldeia Guarani na Lomba do Pinheiro. Foto: Michel Cortez

Com 527 habitantes, a Terra Indígena Guapenu, na porção nordeste do Amazonas, aguarda há 33 anos a conclusão da demarcação. O território de 2.377,2 hectares está na mira de três projetos de mineração, de um pedido de autorização de pesquisa e dois requerimentos de pesquisa, que incidem sobre 97% da área. Há outras duas terras indígenas na fila de espera há 33 anos. Outras esperam há 25, 24 anos. :: LEIA MAIS »

Luto: Morre Dona Nivalda, guerreira do povo Tupinambá

D. NIVALDA

No domingo (29), em Ilhéus, faleceu aos 86 anos, Dona Nivalda Amaral de Jesus, anciã do povo tupinambá,. O sepultamento aconteceu na segunda-feira (30), no Cemitério de Nossa Senhora da Escada, em Olivença.

Mãe da Cacique Maria Valdelice, a primeira cacique Tupinambá de Olivença, em Ilhéus, católica, Dona Nivalda, foi fundadora da Pastoral da Criança, nas comunidades de Olivença, onde prestou um grande trabalho, e tinha a preocupação não só de reduzir a mortalidade infantil e a desnutrição, mas também de promover a paz nas famílias e comunidades. Liderança do movimento do Tupinambá, atuava voluntariamente na educação e saúde, era parteira, e muito querida, Nivalda, ao longo de sua caminhada pelas comunidades, foi quem mais promoveu batizados, e que mais tinha afilhados e afilhadas. :: LEIA MAIS »

BA: Prefeitura de Ilhéus recebe Tupinambá para ouvir reivindicações

Neste 19 de abril, Dia Nacional do Índio, o cacique Nani e outras lideranças indígenas Tupinambá, foram recebidos por representantes da Prefeitura, no Centro Administrativo da Conquista. O encontro serviu para debater ações de melhorias nas estradas vicinais da região habitada pela etnia. “Estamos aqui nos colocando como parceiros”, disse a índia Nicinha. Segundo representantes dos Tupinambá, que moram no entorno de Olivença e em território ilheense, 38 comunidades indígenas estão com dificuldades de deslocamento nas zonas rurais. No Dia do Índio, governo municipal recebe etnia Tupinambá para ouvir reivindicações :: LEIA MAIS »

Afonso Florence visita indígenas Tupinambá no sul da Bahia

Deputado Afonso Florence, na Aldeia Serra do Padeiro, acompanhado do deputado estadual Bira Coroa. Foto: Assessoria

O deputado federal Afonso Florence (PT) ao lado do deputado estadual Bira Corôa visitou, neste final de semana, os indígenas Tupinambás da Aldeia Serra do Padeiro, município de Buerarema,  e Aldeia Itapuã,  em Olivença,  ambos localizados no  sul da Bahia. Durante a visita, o parlamentar dialogou com o cacique Babau e demais lideranças indígenas. “Reforço o meu compromisso com os povos indígenas e comunidades tradicionais”, afirma Florence.                          Cacique Babau, destacou o papel do  deputado Afonso Florence na defesa das lutas indígenas como a demarcação de terras e demais garantia de direitos. Na visita à comunidade de Olivença, a Cacique Valdelice, índio Taguari e demais lideranças homenageou Florence.“Este é um representante legitimo que luta pelas nossas causas, nos representa”, disse Valdelice



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia