WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

embasa nota premiada


janeiro 2019
D S T Q Q S S
« dez    
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031  


BA: Governo do Estado apoia acordo entre UFSB e Veracel para o desenvolvimento da agricultura familiar no Extremo Su

a primeira etapa do projeto consistirá em um diagnóstico socioambiental e agrícola. Foto: Ascom/BA

A Universidade Federal do Sul da Bahia e a Veracel Celulose assinaram nesta terça-feira, 15, com o apoio do Governo do Estado da Bahia, um convênio que tem por objeto contribuir com o desenvolvimento socioambiental e produtivo de aproximadamente 300 famílias do Extremo Sul da Bahia, numa área que se estende de Santa Cruz Cabrália até Guarantinga. O ato de assinatura do convênio aconteceu no Campus Sosígenes Costa, em Porto Seguro, com as presenças do secretário de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social (SJDHDS), Cezar Lisboa, e de representantes da companhia e da universidade, da Secretaria de Relações Institucionais (Serin), Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR) e Casa Militar :: LEIA MAIS »

OPINIÃO: Não é juridicamente possível revogar demarcações de terras indígenas

150929074803_tapajosdanca_624x351_lunaeparrachogreenpeace_nocredit

Por André Augusto Salvador Bezerra

A Presidência da República recentemente empossada tem divulgado, pela imprensa, a notícia de que pretende revogar algumas das demarcações de territórios indígenas levadas a efeito pela Funai nos últimos anos. Trata-se de um noticiado que caminha no mesmo sentido de outras medidas governamentais já concretizadas, dentre as quais o esvaziamento da própria Funai — fundação pública a quem cabe a promoção de políticas visando a efetivação dos direitos das populações originárias — pela transferência, para o Ministério da Agricultura, da atribuição para proceder a processos demarcatórios (Medida Provisória 870, de 1º de janeiro de 2019). :: LEIA MAIS »

Ato em Porto Alegre denuncia ataques a comunidade indígena Mbya Guarani

CAMINHADA EM DEFESA DA TRIBO MBYA GUARANI COMEÇOU ÀS 13H, EM FRENTE AO INCRA, NO CENTRO HISTÓRICO DA CIDADE E REUNIU CENTENAS DE MANIFESTANTES.

Centenas de pessoas, entre indígenas, quilombolas e apoiadores, caminharam pelo Centro de Porto Alegre em defesa dos direitos dos povos originários e de sua terra nesta quarta-feira (16). O ato teve início às 13h, em frente do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra), e seguiu em marcha, às 15h, até o prédio do Ministério Público Federal, onde encontrou o Procurador da República do 15° ofício, Pedro Nicolau,  representante do caso da Ponta do Arado. Na semana passada no bairro Belém Velho, entre os municípios de Porto Alegre e Viamão, capatazes de fazendeiros entraram em território Guarani Myba e dispararam contra a aldeia como forma de intimidação. :: LEIA MAIS »

AC: Índios seguem protesto e vão para segundo dia ocupação de sede em distrito e no interior

Sem negociação, índios pedem que coordenador do Disei saia do cargo. Funai acompanha o ato. Foto: Mazinho Rogério

Índios das tribos Náuas e Nukuni, que ficam no Parque Nacional da Serra do Divisor, continuam ocupando a sede do Distrito Sanitário Especial Indígena (Disei), em Cruzeiro do Sul, interior do Acre. Este é o segundo dia do protesto, que começou na segunda-feira (14). Eles alegam falta de assistência à saúde nas aldeias. Sem uma negociação, os índios reforçaram que só devem sair da sede após um acordo. :: LEIA MAIS »

GENERAL QUE ASSUME FUNAI ERA CONTRATADO DE MINERADORA EM CONFLITO COM ÍNDIOS NO PARÁ

“Não está vindo para trabalhar pela demarcação, pelo contrário. Irá manter esse status quo que o governo quer estabelecer de tirar as atribuições da Funai e, na verdade, paralisar as demarcações”.

O general da reserva Franklimberg Ribeiro de Freitas, que atuou como presidente da Fundação Nacional do Índio (Funai) entre maio de 2017 e abril de 2018, retornará ao cargo no governo Bolsonaro (PSL); poucos meses depois de pedir demissão da Funai, Freitas atuou como conselheiro consultivo para assuntos indígenas da mineradora canadense Belo Sun Mining :: LEIA MAIS »

DATAFOLHA: Maioria dos brasileiros é contra redução de terras indígenas

A relatora especial da ONU sobre os Direitos dos Povos Indígenas, Victoria Tauli-Corpuz, classificou a transferência da responsabilidade pela demarcação de terras indígenas e quilombolas para o Ministério da Agricultura de um retrocesso.

 Pesquisa aponta que seis em cada dez pessoas desaprovam diminuição de áreas destinadas a povos indígenas

A maioria dos brasileiros é contra a redução de terras indígenas no país, aponta uma pesquisa do instituto Datafolha divulgada neste domingo (13/01). No levantamento, 60% se disseram contrários a uma redução das áreas demarcadas, enquanto 37% disseram concordar com a medida, e 3% não souberam responder. Dos contrários à redução, 46% afirmaram discordar totalmente, e 13%, parcialmente. As mulheres são menos favoráveis à medida do que os homens, com 62% delas e 57% deles contra a redução. :: LEIA MAIS »

Índios: de mãos entrelaçadas

191114-Xavantes-1024x683
Nas aldeias, as cerimônias seguem para manter o céu sem desabar. Porque o povo das mercadorias está revigorado, coberto de armadura, investindo contra tudo que não é espelho. Que podemos fazer nas cidades?

Por Angela Pappiani | Imagem: Helio Nobre
Quando o povo Xavante se junta nas danças rituais coletivas, cada pessoa segura firme na mão do companheiro, entrelaçando os dedos. Assim, as mãos unidas garantem o equilíbrio e a força para atravessar horas ou uma noite inteira de cerimônia. A força e a energia de cada indivíduo alimenta o coletivo, criando um circulo de poder que desafia o cansaço, o desânimo, a força da gravidade. :: LEIA MAIS »

Sonia Bridi: “Quem defende propriedade tem que defender autonomia dos índios”

A jornalista Sonia Bridi, abre o verbo contra Bolsanaro. Foto: João Miguel Junior

Através das redes sociais a jornalista e escritora Sônia Bridi, da TV Globo, numa demonstração clara de revolta, criticou a postura do governo Bolsonaro contra indígenas, e escreveu o seguinte:”Quem defende propriedade tem que defender a autonomia dos índios e a integridade de seus territórios. Invasor de TI é criminoso.”afirmou Sonia. Segundo fontes, tal atitude teria custado uma breve conversa com o pessoal da direção da rede Globo, que sugeriu um pouco de cautela nas declarações nas redes sociais. A repercussão da publicação tem gerado muitos comentários de apoio e solidariedade pela coragem de dizer o pensa, a exemplo do que postou a liderança indígena, Sonia Guajajara, :: LEIA MAIS »

BA: Autorizados convênios de mais de R$ 76 milhões para alianças produtivas entre a agricultura familiar e setor privado

O secretário da SDR, Jerônimo Rodrigues, ressaltou o compromisso do governo em promover essas alianças produtivas, e ainda a importância da linha de crédito disponibilizada por meio da parceria com a Desenbahia.

O governador Rui Costa autorizou, nesta sexta-feira (11), no município de Feira de Santana, a Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), por meio da Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR), a executar de 53 convênios do projeto Bahia Produtiva com empreendimentos da agricultura familiar. Ao todo, serão beneficiadas 5.989 famílias, com um investimento de mais de R$ 76 milhões. Também foi autorizada a abertura de uma linha de crédito pela Agência de Fomento do Estado da Bahia (Desenbahia), de capital de giro, para cooperativas e associações da agricultura familiar da Bahia. :: LEIA MAIS »

RO: TERRA INDÍGENA É INVADIDA POR GRILEIROS

Índios Uru-eu-wau-wau fazem reconhecimento de área invadidas por grileiros, no município de governador Jorge Teixeira (RO) Foto: Gabriel Uchida

Dezenas de grileiros invadiram a Terra Indígena Uru-eu-wau-wau nos últimos dias, em área próxima ao município Jorge Teixeira (RO), a 322 km de Porto Velho. Dezenas de grileiros invadiram a Terra Indígena Uru-eu-wau-wau nos últimos dias, em área próxima ao município Jorge Teixeira (RO), a 322 km de Porto Velho. Vídeos gravados pelos próprios indígenas nesta sexta-feira (11) mostram áreas já desmatadas e uma grande picada na floresta. Confrontado, um dos grileiros disse que a ordem para invadir veio :: LEIA MAIS »



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia