WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

bahiagas


janeiro 2020
D S T Q Q S S
« dez    
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031  


Madri COP25: Indígenas realizam protesto contra o assassinato de lideranças

babau
Lideranças indígenas brasileiras fizeram um ato na COP25, em Madrid, em protesto contra o assassinato de lideranças indígenas no Brasil. Além da manifestação, eles se pronunciam diretamente aos negociadores da Conferência e à sociedade civil em todo o mundo, conclamando o Dezembro Vermelho. Clique aqui e confira na íntegra o vídeo.

Termo de Cooperação assegura a construção de habitações para povos indígenas e comunidades quilombolas

HABITAÇÃO

Representantes do Governo do Estado da Bahia e da Caixa Econômica Federal (CEF) assinaram, nesta sexta-feira (13), na Gerência de Habitação da Caixa Econômica Federal, em Feira de Santana, o Termo de Cooperação e Parceria (TCP). Com a assinatura do termo, as construções de 277 unidades habitacionais serão retomadas ou iniciadas, em comunidades tradicionais indígenas e quilombolas, e em área de assentamento de reforma agrária.

:: LEIA MAIS »

Bahia: Movimento Indígena realizará assembleia em Salvador

assembleia-33

Representantes indígenas de todas as regiões da Bahia se reunirão em Salvador, entre os dias 17 e 18 deste mês, para realizarem a Assembleia Geral do Movimento Unido dos Povos e Organizações Indígenas da Bahia (MUPOIBA), que é a principal ferramenta de encaminhamento, acompanhamento de demandas e ações dos povos indígenas baiano.

Na pauta do encontro deste ano estão a demarcação de terras indígenas, além da questão da educação e saúde indígenas. Segundo Kãhu Pataxó, coordenador geral do Mupoiba, o objetivo do encontro é reforçar a luta dos povos indígenas por questões fundamentais e garantias constitucionais. “vamos discutir políticas pública para fortalecer a luta pelos nossos território”, enfatizou Kãhu.

O encontro contará com as presenças de representantes do governo do estado, políticos e entidades parceiras                                                         

O evento contará comas presenças de secretários de estado, representantes de órgãos do governo, além de entidades parceiras e de representações políticas estadual, federal e municipal.

Mais um Guajajara é encontrado morto e esquartejado no Maranhão

A APIB afirma, em nota, que um ataque desenfreado contra os povos indígenas vem tomando conta do Maranhão.

De acordo com nota publicada nesta sexta-feira (13), pela Articulação dos Povos Indígenas do Brasil (APIB), em suas redes sociais, um ataque desenfreado contra os povos indígenas vem tomando conta do Maranhão. O jovem Dorivan do povo Guajajara da Terra Indígena Arariboia foi encontrado morto e esquartejado na cidade de Amarante, Maranhão. Um crioulo não indígena também foi encontrado morto. :: LEIA MAIS »

Crise do óleo: Após 100 dias pesquisadores e setores do governo realizam reunião para discutir tema

Carlos Bastos da Confrem Brasil, participa do Grupo Áreas Protegidas na reunião na Marinha no Rio de Janeiro.

Algumas ações preventivas foram analisadas, e o Grupo “SOS MANGUE MAR” da Resex de Canavieiras, que possibilitou a atuação conjunta de pescadores, voluntários e órgãos públicos, foi destaque no encontro.

Aproximadamente cem pesquisadores, ambientalistas e representantes da sociedade civil, participaram de um encontro promovido pelo Grupo de Acompanhamento e Avaliação ( GAA ), que é composto por Marinha , Ibama e Agência Nacional do Petróleo ( ANP ), para debater o vazamento do óleo que atingiu 11 Estados no litoral do nordeste.

A reunião teve a incumbência de debater ações de curto, médio e longo prazo para enfrentar o derramamento, entre pesquisadores e o Grupo de Acompanhamento e Avaliação.

:: LEIA MAIS »

Indígenas lutam para expulsar madeireiros de suas terras na Amazônia

:: LEIA MAIS »

Parlamentares alemães cobram de Bolsonaro proteção a líder indígena ameaçada

ALESSANDRA

Em carta ao presidente, grupo de deputados do Bundestag manifesta preocupação com situação de defensores de direitos humanos no Brasil após líder do povo munduruku receber ameaças e ter a casa invadida no Pará.Um grupo de deputados federais da Alemanha pediu nesta sexta-feira (06/12) que o governo brasileiro garanta a proteção da líder indígena Alessandra Korap, do povo munduruku, que vem recebendo ameaças de morte e teve sua casa invadida no fim de novembro, em Santarém, no Pará. :: LEIA MAIS »

Conselheiros aprovam Plano Estadual de Saúde da Bahia

conselheiros ces 1

A Secretaria de Saúde do Estado (Sesab) definiu o Plano Estadual de Saúde (PES) 2020-2023. O instrumento de gestão foi apresentado pelo secretário de Saúde Fábio Vilas-Boas, nesta sexta-feira (6), durante a 267ª Reunião Ordinária do Conselho Estadual de Saúde. Os conselheiros aprovaram o texto.

Além do PES, também foi apresentado a Programação Anual de Saúde (PAS) 2020, outro instrumento de gestão, que traz previsão orçamentária, com base na Lei orçamentária anual do mesmo período.

:: LEIA MAIS »

Uma comunidade contra o óleo: Jornalismo Investigativo realiza reportagem em Cananvieiras

Vídeo Mostra tudo

A Agência de Jornalismo Investigativo (Publica),  publicou em seu site uma reportagem que realizou na Reserva Extrativista de Canavieiras -RESEX, onde mostra os impactos da chegada do óleo em Canavieiras, na Bahia, e flagrou também o armazenamento em escola abandonada com 35 toneladas de óleo.

A reportagem ouviu pescadores e marisqueira no município de Canavieiras, dizer que a comunidade se mobilizou para enfrentar a chegada de toneladas de petróleo cru de origem desconhecida que atingiu mais de 700 praias do litoral brasileiro. :: LEIA MAIS »

Estrada alternativa facilita o acesso de estudantes do IF Baiano em Uruçuca

Um caminho seguro para os alunos que residem nas proximidades do Campus

Na Bronca e como forma de se protegerem contra a violência urbana, estudantes do Instituto Federal Baiano do Campus de Uruçuca, criaram uma estrada alternativa que chega a reduzir em mais de mil metros o caminho de acesso ao Campus. Os autores da iniciativa são alunos que residem bem próximo ao estabelecimento de ensino, e que asseguram está em menos de cinco minutos no pavilhão central, onde se encontra as salas de aulas, biblioteca e outros setores do instituto.

A estrada alternativa veio para facilitar a vida dos estudantes, e os protegerem de assaltos e outros tipos de violências, pois deixam de percorrer um longo trecho pela rodovia estadual de Uruçuca para Ilhéus. Uma pista que é totalmente escura, e que durante a noite o trecho é extremamente perigo, que é de conhecimento da direção do Campus local. A estrada alternativa têm menos de trinta metros, e serve aos alunos República Xamã e República Primavesi.

Instituto Federal Baiano do Campus de Uruçuca



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia