WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

saude governo da bahia


janeiro 2021
D S T Q Q S S
« dez    
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  


Indígena brasileira conquista milhões de seguidores mostrando dia a dia de comunidade

Maíra e seus familiares do povo Tatuyo, no Amazonas.

Maíra Gomez é da comunidade indígena da etnia Tatuyo, no Amazonas. Para seus mais de 300 mil seguidores do Instagram ela é conhecida como Cunhaporanga, que significa “mulher bonita da aldeia” em tupi. No TikTokseu número de seguidores é ainda mais impressionante: quase dois milhões. Em todas as plataformas ela tem um objetivo comum: mostrar para o maior número de pessoas possível a cultura e as tradições de seu povo e o dia a dia de sua família.  :: LEIA MAIS »

De origem indígena, fundista Mirelle Leite luta para firmar seu talento

Mirelle Leite_Direita

Campeã brasileira sub-18 dos 2.000 m com obstáculos e vice-campeã dos 3.000 m da mesma categoria no ano passado, em Porto Alegre (RS), a pernambucana Mirelle Leite da Silva, nascida em Pesqueira no dia 11 de março de 2002, é um exemplo de superação e, ao mesmo tempo, da importância que o atletismo tem na inclusão social de jovens brasileiros.
Mirelle é descendente da etnia indígena Xukuru. Mudou-se para cidade em consequência de um conflito na tribo, que causou uma divisão, levando uma parte à expulsão da reserva. Ela teve o pai assassinado e, como a mais velha de uma família de nove irmãos, assumiu a responsabilidade de cuidar dos mais novos, enquanto sua mãe trabalhava de diarista para levar alimento para casa.

:: LEIA MAIS »

CORONAVÍRUS: Barroso diz que plano de proteção a índios é ‘genérico e vago’ e pede novo planejamento

barroso

O ministro deu 20 dias para o governo entregar um novo planejamento

O ministro Luís Roberto Barroso rejeitou o Plano Geral de Enfrentamento e Monitoramento da Covid-19 para os Povos Indígenas apresentado pelo governo Jair Bolsonaro ao STF (Supremo Tribunal Federal).

O magistrado não homologou o plano sob o argumento de que o documento é “genérico e vago”, o que inviabiliza a fiscalização de sua implementação, e deu 20 dias para o governo entregar um novo planejamento.

No início de agosto, o STF decidiu por unanimidade referendar a decisão individual dada por Barroso, em 8 de julho. O ministro havia determinado a obrigação do Executivo de adotar diversas medidas a fim de conter o avanço do coronavírus entre os índios. :: LEIA MAIS »

Terra Indígena na divisa do PA e do AM é reconhecida como indicação geográfica para guaraná nativo

foto-acervo-pesquisadora-sonia-alfaia4

Segundo o INPI, a TI Andirá-Marau é a primeira indicação geográfica da espécie denominada de origem no Brasil a ser utilizada por povo indígena.

Terra Indígena na divisa do Pará tem indicação geográfica reconhecida pela produção de guaraná nativo. — Foto: Divulgação / Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa/MCTI)

A Terra Indígena Andirá-Marau na divisa do Pará com o Amazonas foi reconhecida pelo Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI) como indicação geográfica para waraná, que é o guaraná nativo, e o pão de waraná, que é o bastão de guaraná.

Segundo o INPI, esta é a primeira indicação geográfica da espécie denominada de origem no Brasil a ser utilizada por um povo indígena. A concessão foi publicada nesta terça (20).

:: LEIA MAIS »

Minas tem somente um candidato a prefeito de origem indígena em 2020

images

“É uma participação pequena, nossa representação política ainda é muito elitista, com pouco espaço para mulheres, negros e, ainda mais, indígenas”, observa o professor de ciência política Carlos Ranulfo, da UFMG, que destaca a presença marcante da deputada federal Joenia Wapichana (Rede-RR) como representante indígena no Congresso Nacional.

:: LEIA MAIS »

Foi morando com índios que Giovani aprendeu lições de uma vida inteira

Nas aldeias, Giovani já morou e lecionou para mais de 5 etnias diferentes (Foto: Arquivo Pessoal)

Destaque no sábado ao contar sua história de vida no Caldeirão do Huck, o professor universitário faturou prêmio de R$ 300 mil.

“Em Porto Murtinho que passei a conviver efetivamente com os indígenas. Parei de fazer o trajeto cidade-aldeia, e morei quase 8 anos da minha vida com os Kadiwéu. Essas pessoas tem muito a nos ensinar. Seus conhecimentos ancestrais que fogem do alcance da racionalidade puramente científica. Com eles, aprendi a ser mais solidário, a pensar no coletivo, a ser menos competitivo”. :: LEIA MAIS »

Ilhéus: Deputada Alice Portugal apoia candidatura do indígena Cláudio Magalhães

Alice Portugal deputada federal, publicou um vídeo onde pedi voto para o indígena Cláudio Magalhães  Tupinambá de Olivença, que é professor e funcionário do judiciário daquela cidade,  e militante no movimento em defesa dos povos tradicionais, além de grande atuação no controle social do município.
Com o mandato atuante em defesa dos povos indígenas na Câmara dos Deputados, a parlamentar reconhece a luta de Cláudio em defesa dos povos indígenas da Bahia, onde também ele é liderança estadual do movimento.

:: LEIA MAIS »

AM: Oposição pede comissão para averiguar situação dos povos indígenas

INDIA-min-e1602111342540

Liderados pela deputada de origem indígena Joenia Wapichana (Rede-RR), parlamentares do PT, PSB, PDT, PCdoB, Rede e PSOL, deram entrada na Câmara dos Deputados num pedido para a criação de uma comissão externa a fim de acompanhar a situação dos povos indígenas durante a epidemia do coronavírus.

“A pandemia do novo coronavírus ainda continua no Brasil e afeta milhares de brasileiros, incluindo os povos indígenas que sofrem os impactos em seus territórios e no contexto urbano”, afirmou Joenia Wapichana (foto). :: LEIA MAIS »

Funai e o descaso com os índios isolados

Fachada do prédio da Funai em Brasília – Mário Vilela/Funai/Divulgação

Fundação ignora reclamações, desmonta equipes de índios isolados e aumenta insatisfação de servidores com a gestão de Marcelo Xavier

Por Matheus Leitão

Enquanto diversos povos indígenas sofrem para tentar se proteger em meio à pandemia do coronavírus que assola o país, a forma como a atual gestão da Fundação Nacional do Índio (Funai) lida com os índios isolados, os mais vulneráveis neste momento, continua sendo alvo de reclamações dos servidores e coordenadores do órgão. A presidência da Funai, liderada por Marcelo Xavier, ignora pedidos contra exonerações, desmonta equipes experientes e aumenta as críticas internas. :: LEIA MAIS »

Índio morre após picada de cobra; povo Kumaruara denuncia falta de assistência

1_ejlgyn8woaa1r1f-6326490

Nas redes, indígenas compararam a situação com o Caso da Naja de Brasília, em que o soro importado foi transferido de São Paulo rápido o suficiente para salvar a vida do jovem acusado de tráfico de animais

Indígenas do povo Kumaruara denunciaram negligência na morte de um índio em Santarém, no Pará, por meio de uma carta divulgada nas redes sociais, nesta segunda-feira (5/10). Alberto Castro Bispo morreu no domingo (4/10) após uma picada de cobra. Segundo a carta, o atendimento médico ao indígena demorou quase o dia inteiro.

:: LEIA MAIS »



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia