WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia




novembro 2018
D S T Q Q S S
« out    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930  


TO: Casa do Estudante Indígena está abandonada e famílias vivem em condições precárias

Moradores da Casa do Estudante Indígena sofrem com os problemas causados pelo abandono

Estrutura em Araguaína foi construída há quase 20 anos e mais de 60 pessoas vivem no local. Forro está cheio de buracos e não há segurança no lugar.

Construída há quase 20 anos, a Casa do Estudante Indígena de Araguaína, está abandonada. Foi construída para receber indígenas de todo o norte do estado. Cerca de 12 famílias, vivem no local em condições degradantes. São 4 etnias indígenas diferentes: Kraô, Xerent, Guarani e Carajá e mais de 60 pessoas entre homens, mulhers, jovens, adultos e crianças. Há 4 anos a estudante Girlene Itawaky Guarani, acadêmica de história deixou a aldeia em que vivia e foi para casa do estudante indígena. O forro da casa onde ela mora está cheio de buracos. Do lado de fora, esse só tem um banheiro para a família usar.

:: LEIA MAIS »

PRAGA: Grande ameaça à produção do cacau na América Latina se aproxima do Brasil

CACVAU

Conheça a monilíase, praga que pode destruir até 100% dos frutos, se não houver combate

A grande ameaça para a produção de cacau na América Latina nunca esteve tão perto das plantações brasileiras. Desde que um foco da praga chamada de monilíase foi confirmado no município de Filadélfia, na Bolívia, em janeiro deste ano, os pesquisadores afirmam que é apenas uma questão de tempo até invadir plantações brasileiras. A doença ameaça causar um dos piores desastres fitossanitários e econômicos da agricultura. A plantação afetada fica a poucos quilômetros de Brasiléia, no Acre. Segundo especialistas em defesa agropecuária, o fungo causador da doença se propaga com o vento e pode chegar a qualquer momento no Brasil.

:: LEIA MAIS »

Agricultura familiar: De volta ao Incra, programa de habitação rural deve retomar média de 30 mil entregas por ano

INCRA 02

O Presidente do INCRA, Leonardo Góes, o parlamentar mineiro, Gerais José Silva, ao centro, com o Diretor Nacional de Desenvolvimento do INCRA. weverton Cardoso, no ato de assinatura do decreto em Brasília.

Hoje aconteceu o lançamento do Plano Safra da Agricultura Familiar, onde o Incra mais uma vez se destacou no Cenário Político Nacional, quando o Presidente da república, assinou o Novo Decreto do crédito Instalação do INCRA, que cria quatro novas modalidades de créditos para a reforma agrária, são elas: Crédito habitacional para Construção (34 mil) e Reforma Habitacional (17 mil) nos mesmos valores e rebates do programa Minha Casa Minha Vida. Foi lançado ainda o Crédito Ambiental com duas modalidades: :: LEIA MAIS »

BA: Sema disponibiliza publicação de formação em educação ambiental na agricultura familiar

Publicação do projeto Educação Ambiental na Agricultura familiar

A Secretaria de Meio Ambiente do Estado da Bahia (Sema) disponibiliza em seu site [www.meioambiente.ba.gov.br] o Caderno de Formação: Educação Ambiental na Agricultura Familiar, que tem o objetivo de fortalecer e potencializar a ação da juventude do campo baiano, e de aprimorar as políticas públicas de meio ambiente, de educação do campo e de agricultura familiar baiana.

:: LEIA MAIS »

Unicamp fará primeiro vestibular indígena; prova será em dezembro

VESTIBULAR INDIGENA

A Universidade de Campinas (Unicamp-SP) anunciou que a partir deste ano será implantado o primeiro vestibular indígena da instituição. As inscrições vão de 15 de agosto até 14 de setembro e a prova, que conta com apenas uma fase, acontece no dia 2 de dezembro.  O edital será divulgado em breve no site da Comissão Permanente para os Vestibulares (Comvest) da universidade. As provas do vestibular indígena serão aplicadas em cinco cidades do país: Campinas (SP), Dourado (MS), Manaus (AM), Recife (PE) e São Gabriel da Cachoeira (AM).  :: LEIA MAIS »

BA: I Seminário Regional com tema “Mulheres, Culturas e Políticas”

O Programa de Pós-graduação em Ensino e Relações Étnico-Raciais da Universidade Federal do Sul da Bahia – PPGER realizará, o I Seminário Regional de Ensino e Relações Étnico-Raciais entre os dias 24 e 27 de julho, no campus Paulo Freire, em Teixeira de Freitas.

Organizado pelos mestrandos do Programa, o I Seminário vem com a temática “Mulheres, Culturas e Políticas: diálogos interseccionais, memória, poder e resistências no Sul baiano” e tem como tem por objetivo promover o encontro entre pesquisadores, movimentos sociais, mestres dos saberes, comunidade escolar e demais interessados para divulgação dos resultados das pesquisas acadêmicas, trabalhos promovidos por entidades, socialização de conhecimentos tradicionais que tenham como campo o espaço do Sul baiano, além de organizar material de pesquisas que sirvam de âncora teórica para novas pesquisas e discutir a implementação de ações afirmativas e políticas públicas direcionadas à população negra, debater e refletir questões de gênero e sexualidades, abordando a violência contra a mulher e o público LGBT e intermediar diálogos e ações entre as instituições de ensino básico e superior para a consolidação das Leis 10.639/03,11.645/08 e o artigo 26 da LDB/1996. :: LEIA MAIS »

BA: Aberta chamada pública de assistência técnica para mulheres e agroecologia

A coordenadora da Articulação da Agricultura Familiar de Canavieiras e Região, Lidinalva Gonçalves, ressalta o reconhecimento da mulher no trabalho do campo. Foto:Walney Magno

Com o objetivo de ampliar a prestação do serviço de assistência técnica e extensão rural (ATER) na Bahia, o Governo do Estado lançou edital de chamadas públicas de ATER, voltadas para mulheres e agroecologia. Os editais foram publicados no Diário Oficial do Estado (DOE), nesta terça (19) e quarta-feira (20). A ação é executada pela Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), por meio da Superintendência de Assistência Técnica e Extensão Rural (Bahiater), com investimento de mais de R$58 milhões, beneficiando 12.420 famílias. :: LEIA MAIS »

PA: Ibama apreende 1,8 mil m³ de madeira extraída ilegalmente na TI Tembé

Foram aplicados 25 autos de infração que totalizam R$ 3 milhões

O Ibama e a Polícia Militar Ambiental do Pará apreenderam 1.821 metros cúbicos de madeira, o equivalente a 150 caminhões carregados, e 1,2 mil litros de agrotóxicos nos municípios de Paragominas, Cachoeira do Piriá e Aurora do Pará, em mais uma etapa da Operação Maravalha. Agentes ambientais desativaram seis serrarias e embargaram outras cinco. Também foram inutilizados nove fornos de carvão vegetal. Um veículo, um trator e um caminhão usados para a atividade ilegal foram apreendidos. Os 25 autos de infração aplicados totalizam R$ 3 milhões. :: LEIA MAIS »

ONU: OIM apresenta estudo sobre políticas públicas para migrantes indígenas em Manaus

Com a ajuda de sua mãe, a pequena Dorca, aluna Warao, prepara-se para ir ao Centro Municipal de Educação Infantil, em Manaus. Foto: ACNUR/João Paulo Machado

A Organização Internacional para as Migrações (OIM) lançou na quinta-feira (21) estudo com diagnóstico da migração de indígenas da Venezuela para a cidade de Manaus, no Amazonas, avaliando alcances e limites das políticas públicas existentes e explorando possíveis alternativas de médio e longo prazo para seu aprimoramento. A pesquisa, financiada pela OIM, foi realizada pelo Grupo de Estudos Migratórios da Amazônia, da Universidade Federal do Amazonas (UFAM), sob a liderança do antropólogo Sidney Antônio da Silva, e contou com o apoio do Observatório das Migrações Internacionais (Obmigra), que é uma parceria entre o Ministério do Trabalho e a Universidade de Brasília.

:: LEIA MAIS »

BA: Estado promove oficina de sensibilização dos profissionais no cuidado intercultural à mulher indígena

Ações de saúde nas comunidades, de iniciativa do Instituto Indígena “Ação Bahia”, em parceria com a Sesai e as comunidades de Olivença em Ilhéus

Foi realizado dia 18/06, no Hospital Regional Deputado Luís Eduardo Magalhães, em Porto Seguro, uma Oficina de Sensibilização dos Profissionais do SUS no Cuidado Intercultural à Mulher Indígena. Promovido pela Secretaria da Saúde do Estado (Sesab), por meio da Coordenação de Promoção da Equidade em Saúde, o objetivo é qualificar as equipes que têm contato direto com o usuário indígena. No evento foram abordados temas como legislação específica, cultura dos povos indígenas e acolhimento em saúde. :: LEIA MAIS »



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia