WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia




novembro 2022
D S T Q Q S S
« out    
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930  


Cacique Babau Tupinambá receberá o título de “doutor por notório saber” da UFMG

O cacique Babau entrevistado pelo jornalista indígena Walney Magno, na ocasião em que recebia a Comenda 2 de Julho em Salvador

No último dia 14 de junho, o Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão (CEPE), da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) aprovou a concessão do título de doutor por Notório Saber ao Cacique Babau, Rosivaldo Ferreira da Silva, do povo Tupinambá da Serra do Padeiro, no Sul da Bahia.

:: LEIA MAIS »

BA: Integrante de comunidade Tuxá, toma posse na 1ª defensora pública indígena do estado, na segunda-feira

f3898977-b486-492b-ae89-40d4e8f94938

Integrante da comunidade Tuxá, Aléssia Pamela Bertuleza Santos está entre os(as) 21 novos(as) defensores(as) a serem empossados na segunda-feira (20)

Redação Povos Indígenas

Uma cerimônia que será realizada nesta segunda-feira (20) para dar posse a 21 defensores públicos da Bahia ficará marcada na história. Isso, porque uma das empossadas é a primeira representante indígena do setor no estado.
Nascida na comunidade indígena de Tuxá, que fica na cidade de Rodelas, no norte da Bahia, Aléssia Pamela Bertuleza Santos foi aprovada em 7º lugar no VIII concurso para a carreira realizado no estado. :: LEIA MAIS »

Universidade Federal do Recôncavo Baiano oferta 66 vagas de graduação para indígenas e quilombolas

cb74ae86-431e-4e04-997d-47278023fd83

Candidatos podem optar por até duas opções de curso, em ordem de preferência
Redação Povos Indígenas     

A Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB), divulgou nesta quarta-feira (15), o processo seletivo de graduação para indígenas aldeados ou moradores das comunidades remanescentes de quilombos, com ingresso no semestre 2022.1.

Inscrições acontecem de 22 de junho até 11 de julho no site de Processos Seletivos da UFRB por meio deste Link. Os candidatos podem optar por até duas opções de curso, em ordem de preferência. :: LEIA MAIS »

39 entidades ameaçam boicote aos Jogos Indígenas do Ceará

af4efb4c-9fce-48cb-8dfa-3e5df48952c0
Documento assinado por 39 entidades ligadas ao Movimento Indígena do Ceará pede a destituição da organização social escolhida para organizar a competição.   

Um grupo de entidades do Movimento Indígena do Ceará ameaça boicotar a décima edição do Jogos dos Povos Indígenas do Estado, prevista para o próximo mês, por discordar da escolha da Organização Social selecionada para promover o torneio. A seleção, organizada pela Secretaria de Esporte e Juventude do Ceará (Sejuv), foi realizada por meio de chamamento público. :: LEIA MAIS »

Comunidade acusa PMs de matarem ancião indígena durante abordagem em Pernambuco

Militares teriam questionado Edvaldo a respeito de uma espingarda (Apoinme/Divulgação)

A comunidade indígena de Carnaubeira da Penha, Pernambuco, protesta e pede justiça pela morte de Edvaldo Manoel de Souza. O ancião indígena Atikum morreu durante uma abordagem policial em frente à própria casa, na aldeia Olho D’Água do Padre, zona rural da cidade. A PM nega e afirma que “um homem passou mal e foi socorrido pela equipe. :: LEIA MAIS »

Indígenas contrariam PF e afirmam que morte de Dom e Bruno teve mandante

uvaia

Por Tainá Andrade – Correio Braziliense.

A Univaja contesta conclusão de que irmãos Amarildo e Oseney decidiram matar Bruno e Dom com a ajuda de outras pessoas e por conta própria

A União dos Povos Indígenas do Vale do Javari (Univaja) contestou, ontem, a nota emitida pela Polícia Federal (PF) concluindo que os assassinatos de Bruno Araújo Pereira e Dom Phillips teria sido obra dos irmãos Amarildo (o “Pelado”) e Oseney da Costa Oliveira (o “Dos Santos”) com outras pessoas, que estão sendo investigadas. De acordo com a corporação, não houve “mandante nem organização.

Presidente da Funai só teve 2 encontros com indígenas em 2022

Apib atribui falta de diálogo a política deliberada do governo Bolsonaro

Presidente da Fundação Nacional do Índio (Funai), Marcelo Xavier só teve duas reuniões com indígenas em 2022.

Segundo apuração da BBC News Brasil, das 89 agendas oficiais, ele só recebeu indígenas pessoalmente em seu gabinete uma vez, quando foi visitado por membros do povo Kayapó, no dia 31 de maio. O outro encontro ocorreu fora, em uma feira agropecuária em Brasília, em 20 de maio, quando Xavier esteve com indígenas que participaram do evento. :: LEIA MAIS »

Indigenam após abordagem policial no sertão de Pernambuco

IMG-20220617-WA0052

Liderança denunciam que indígena do povo Atikum teria sido agredido por policiais militares. A Corregedoria Geral da Secretaria de Defesa Social de Pernambuco instaurou uma investigação preliminar para apurar se policiais militares tiveram relação com a morte de um indígena no município de Carnaubeira da Penha, no Sertão de Pernambuco.  :: LEIA MAIS »

Bruno Pereira denunciou que presidente da Funai trabalha para ruralistas

Por Matheus Leitão

SPC275738.JPG (1)

Ao ser exonerado em 2019 da Coordenação-Geral de Índios Isolados e de Recente Contato (CGIIRC) da Funai, Bruno Pereira foi substituído pelo pastor Ricardo Lopes Dias, um missionário que não compreendia a política de zero contatos com esses povos originários moradores do Vale do Javari, onde o indigenista foi assassinado.

:: LEIA MAIS »

“Salve o Rio Tororomba”: Organizações indígenas realizam projeto de reflorestamento em defesa das águas

eee

Entidades indígenas do território Tupinambá de Olivença, no litoral sul de Ilhéus, participam da execução do Projeto Piloto de reflorestamento – “Salve o Rio Tororomba” – nas terras Tupinambá de Olivença. O projeto é financiado pelo Programa das Nações Unidas pelo Desenvolvimento (PNUD), com o apoio da Fundação Nacional do Índio (FUNAI). :: LEIA MAIS »



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia