WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia




junho 2018
D S T Q Q S S
« mai    
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930


Mupoiba: Governador Garante cadeira no Conselho de Educação do Estado da Bahia

Fórum de Educação Indígena da Bahia, (Forumeiba), representará os povos indígenas no conselho de Educação do Estado. Foto: Ascom

Lembre atuação do Cacique Juvenal, no CEE, Clique Aqui:

O Movimento Unido dos Povos e Organizações Indígena da Bahia (MUPOIBA), destaca a garantia das conquistas dos povos indígenas da Bahia, através das nomeações dos novos conselheiros, representantes da educação Escolar Indígena para o Conselho de Educação do Estado – CEE, em ato do Governador Rui Costa, reafirmando o compromisso do governo, com o controle social. O Cacique Juvenal Teodoro Payayá, que em 2012 foi membro fundador da vaga indígena no Conselheiro Estadual de Educação da Bahia CEE,  indicado pelo Conselho Estadual dos Direitos dos Povos Indígenas do Estado da Bahia –COPIBA, e  MUPOIBA, atuando nos anos de 2012 e 2013, no conselho, que por razão de saúde, afastou-se. :: LEIA MAIS »

CANDIDATURA DE LULA FICA ‘MAIS FORTE’ MESMO COM PRISÃO, AFIRMA FLORENCE

O deputado Federal Afonso Florence, da Bahia, com Lula. Foto: Assessoria

deputado federal Afonso Florence (PT-BA) afirmou nesta quinta-feira (5) que a prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, determinada pelo juiz Sergio Moro (leia aqui), vai apenas tornar a candidatura dele à Presidência da República mais forte. “O apoio a Moro é menor que a rejeição a Lula. Nas próximas pesquisas, Lula sobe na intenção”, disse o petista, em entrevista ao Bahia Notícias, descartando a possibilidade de se discutir um plano B para disputar a eleição pelo partido. Demonstrando ter recebido a notícia da decisão com certa resignação, Florence destacou que :: LEIA MAIS »

Lula é nossa chance histórica

ARUA E LULA 548

Por Adriana Dias

Em novo artigo, Adriana Dias analisa o papel do ex-presidente na sociedade: “Nesse momento ele é maior que o Brasil. Prender Lula é prender a nossa chance de transformação histórica”

O Brasil é um país com estrutura colonial. Fomos formados por uma elite europeia (que chegou como colonizadora, ou como imigrante e trabalhadora, assalariada, sonhando em se tornar rica, ou empresária, sonhando em explorar nossas riquezas) que se manteve rica e branca, conservadora e detentora de privilégios, sustentando-os com corrupção, força de polícia, ditadura, mídia, propaganda, leis e com o que for necessário. :: LEIA MAIS »

RS: Festival indígena na aldeia Foxá proporciona integração cultural

Lajeado – Nesta semana, a aldeia Foxá recepciona visitantes para conhecer sua cultura. Só na tarde de ontem, seis grupos de diferentes escolas passaram pelo local. A programação da “Semana Cultural Indígena – Terra Indígena Foxá” deve ter continuidade hoje e se encerra amanhã. Para quem quiser participar, a tribo fica instalada no Bairro Jardim do Cedro, em Lajeado, na ERS-130, próximo ao Estádio Alviazul. Danças típicas, exposição de artesanato, jogos e experimentação de uma bebida ancestral dos caingangues, o kiki, são algumas das atrações do festival. :: LEIA MAIS »

AMEAÇA DE GANHAR NO PRIMEIRO TURNO É A “FUNDAMENTAÇÃO JURÍDICA” PARA PRISÃO DE LULA

Wenceslau Junior | wenceslau.uesc@gmail.com

“Porém, no caso Lula, ao que me parece, o único fundamento que lastreia não é a ameaça à ordem pública ou outro contido no artigo 311 do CPP, mas a ameaça certa de que se permitirem que seja candidato será eleito no primeiro turno e retomará a agenda social e progressista interrompida pelo baixo e duro golpe de estado.

A pré-candidata a presidenta da República pelo PCdoB, deputada estadual gaúcha Manuela D’ávila (Manu), compara a posição do STF em lavar as mãos e permitir a prisão absurda de Lula condenado sem provas, à mesma posição da Suprema Corte Brasileira ao permitir a extradição de Olga Benário para a Alemanha Nazista em 17 de junho de 1936, onde acabou morta numa câmara de gás. :: LEIA MAIS »

TRF1 DETERMINA RETORNO DOS PREFEITOS DE PORTO, EUNÁPOLIS E CABRÁLIA

Robério Oliveira, Cláudia Oliveira, e Agnelo, de volta aos cargos. foto: a gazeta

O Tribunal Regional Federal da Primeira Região (TRF1), em Brasília, devolveu os cargos a Cláudia Oliveira (PSD), Robério Oliveira (PSD) e Agnelo (PSD), prefeitos, respectivamente, de Porto Seguro, Eunápolis e Santa Cruz Cabrália. Os três gestores foram afastados em novembro passado por determinação da Justiça e por tempo indeterminado. :: LEIA MAIS »

Cultura: Mostra de Cinema Indígena começa nesta terça no Sesc

Isael_Maxakali

O projeto CineCafé apresenta, durante todo este mês, a Mostra de Cinema Indígena no Sesc Sorocaba. A mostra faz parte do projeto “Povos Sagrados: Expressões Indígenas”, que privilegia o protagonismo dos índios, desde a curadoria até a realização das ações. As exibições acontecem sempre às terças-feiras, às 19h, no teatro e são gratuitas. Os ingressos devem ser retirados com uma hora de antecedência, na central de atendimento. :: LEIA MAIS »

BA: Deputado Afonso Florence comemora renegociação de dívidas de agricultura familiar

O deputado baiano Afonso Florence, apoia a Agricultura Familiar

Um dos articuladores da derrubada dos vetos do presidente Michel Temer ao Projeto de Renegociação das Dívidas da Agricultura Familiar, o deputado Afonso Florence (PT-BA) afirma que foi uma grande conquista e “será possível a renegociação tanto das dívidas dos fundos constitucionais, como das com fontes mistas. :: LEIA MAIS »

No mês do índio, MPF quer celeridade no julgamento de demarcações

A-A-LUTA-1024x605

Dezenove de abril está no calendário brasileiro como a data comemorativa do Dia do Índio. Para lideranças indígenas, entidades e instituições que atuam na área, o mês é uma oportunidade para avançar na garantia dos direitos desses povos e alertar para os perigos das violações. De acordo com o procurador da República Felício Pontes, centenas de processos de demarcação de terras indígenas aguardam julgamento no Tribunal Regional Federal da 1ª Região. :: LEIA MAIS »

MS: Índios vão ao MPF e conseguem acordo para eleição em escola

Escola General Rondon está localizada na aldeia Bananal, em Aquidauana (Foto: MPF/Divulgação)

Índios da aldeia Bananal manifestaram irritação com atual diretora. Eleições devem ser realizadas em cinco meses)

Indígenas da aldeia Bananal e representantes da Prefeitura de Aquidanana participaram de uma reunião que durou cinco horas juntamente com o procurador-geral do MPF (Ministério Público Federal), Emerson Kalif Siqueira, em Campo Grande. Ficou decidido que a escola municipal General Rondon, localizada na aldeia, terá eleição daqui cinco meses para o cargo de diretor. :: LEIA MAIS »



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia