WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

embasa sesab bahia


outubro 2020
D S T Q Q S S
« set    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031


Incêndio atinge terra indígena do Jaraguá em São Paulo

Incêndio atinge reserva indígena na periferia de São Paulo

De acordo com as lideranças indígenas do local, o fogo começou por volta de 11h e chegou ao cemitério da aldeia. Nenhuma casa foi atingida e não houve nenhum ferido.    O Corpo de Bombeiros chegou ao local por volta das 13h30. Às 17h, ainda havia muitos focos de incêndio e foi necessário acionar o helicóptero da corporação.

Os bombeiros informaram que conseguiram conter o fogo às 18h10. “Os trabalhos estão sendo finalizados pelo local. Intenso trabalho para os homens do Corpo de Bombeiros que atenderam esta ocorrência. Parabéns a todos pelo empenho”, diz a publicação. :: LEIA MAIS »

Parceria: Secretaria de Saúde de Itabuna, Uesc e UFSB fortalecem enfrentamento à Covid 19

ue
A Prefeitura de Itabuna, através da Secretaria Municipal de Saúde, estabeleceu uma parceria com a Universidade Estadual de Santa Cruz-UESC e a Universidade Federal do Sul da Bahia-UFSB. A iniciativa do secretário de Saúde Juvenal Maynart Cunha, tem o objetivo de, através da disponibilização de um corpo técnico especializado em estatística, planejamento e saúde das universidades, auxiliar nas atividades que priorizem metodologias e estudos sobre a ação da Covid 19 e os impactos da pandemia na mobilidade urbana, economia e meio ambiente e vida da população itabunense. :: LEIA MAIS »

BA: Governo do Estado entrega 200 mil máscaras para pescadores e comunidades tradicionais

PCTS

O Governo do Estado está disponibilizando 200 mil máscaras artesanais de tecido para pescadores e comunidades tradicionais, como forma de combater a disseminação do Coronavírus na Bahia. As máscaras foram adquiridas junto a 603 associações, cooperativas e empresas habilitadas para a produção de mais de 11,4 milhões de unidades, gerando oportunidade de trabalho em toda a Bahia. :: LEIA MAIS »

BA: Deputados do PT na Alba indicam ao governador propostas para os profissionais de eventos durante a pandemia do Covid-19

O líder do PT na Alba, Deputado Marcelino Galo, destaca que, as indicações são resultados de diálogos entre os deputados e deputadas do partido.

Considerando as necessidades urgentes dos profissionais de eventos da Bahia, em função da pandemia do novo coronavírus, a Bancada do PT na Assembleia Legislativa apresenta 10 indicações ao Governador Rui Costa como forma de atender a categoria neste momento. Para preservar a vida e a saúde da população, medidas de combate ao Covid-19 foram criadas no Estado, como restrições para eventos e apresentações culturais com a presença de público, o que colocou produtores, técnicos, atores, dançarinos, artistas plásticos e trabalhadores de eventos e cultura em geral em uma situação de sobrevivência muito difícil. :: LEIA MAIS »

A morte do futuro: covid-19 entre os povos originários

Uma indígena chora no funeral do cacique Messías Kokama, de 53 aNos, vítima de covid-19, no Parque das Tribos, em Manaus, no dia 14 de maio. RAPHAEL ALVES / EFE

O coronavírus é grave para todos os corpos sem imunidade, porém mais grave ainda para quem vive à margem das proteções do Estado, como as populações negras e indígenas

Era do povo Yanomami, vivia aldeado. Índio de cidade ou índio aldeado são compostos que descrevem formas de vida para os povos originários. O território importa tanto quanto a etnia para a disputa de quem são os indígenas na contagem dos mortos pela pandemia. O menino de 15 anos vivia como se imagina um índio aldeado: longe da cidade, com língua e crenças próprias, habitando casas comunais. :: LEIA MAIS »

ETNIA KAINGANG: Reintegração de área ocupada por indígenas em Carazinho (RS) é suspensa

Ricardo Stuckert

 

A reintegração da posse de área do Parque Municipal João Alberto Xavier — no município de Carazinho (RS) —, ocupada por indígenas da etnia Kaingang, foi suspensa pelo presidente do Supremo Tribunal Federal, ministro Dias Toffoli. O Tribunal Regional Federal da 4ª Região havia acolhido o pedido do município, em sede de liminar, para que a área fosse reintegrada no prazo de 30 dias corridos, sob pena de desocupação forçada. :: LEIA MAIS »

ILHÉUS: MARINHA, SOAMAR E PREFEITURA ENTREGAM UMA TONELADA DE ALIMENTOS A COMUNIDADE INDÍGENA

ilheus-marinha-soma-e-prefeitura-entregam-doacoes-a-familias-necessitadas-1280-cad021d8

120 famílias beneficiadas.

Na última sexta-feira (12/06) a MARINHA do Brasil em Ilhéus, com apoio da  sociedade amigos da Marinha- SOAMAR ILHÉUS e a Prefeitura do município, entregaram mil quilos de alimentos, materiais de limpeza e máscaras artesanais para a comunidade indígena Tupinambá, do distrito de Acuípe do Meio. Foram 120 famílias beneficiadas, e que no ato da entrega, o município foi representado pela primeira dama Soane Galvão.

Porto Seguro: Secretaria Indígena realiza entregas de cestas básicas nas aldeias

ZECA

Começou na ultima quinta-feira (11/06), a entregas das cestas básicas para os indígenas pela Prefeitura Municipal de Porto Seguro, através da Secretaria de Assuntos Indígenas. A distribuição está sendo realizadas direto nas aldeias. As cestas de alimentos foram conseguidas juntas a Conab (Companhia Nacional de Abastecimento). Aldeias de outros municípios também estão sendo contempladas pela iniciativa. São elas: Aldeias dos Pataxó de Coroa Vermelha de Santa Cruz Cabrália; aldeia dos Tupinambá de Belmonte,  e dos Tupinambá Itapebí. :: LEIA MAIS »

Doação: Tupinambá da Aldeia Tukum (BA) pedem contribuições para superar a quarentena

CAMAPNHA TUM 000002ALDEIA TUCUM/POVO TUPINAMBÁ precisa de ajuda!

Com cerca de 200 pessoas, a comunidade indígena Tupinambá, localizada no sul da Bahia, no município de Ilhéus, precisa de alimentos e produtos de higiene durante o período de isolamento social. O cacique Ramón Tupinambá informa que há duas contas bancárias para depósitos (para contribuir e saber mais detalhe):  CLIQUE AQUI  O  Instituto Povos Indígenas da Bahia, e o Ação Bahia, também apoiam essa iniciativa.

Neto de curandeiro, médico indígena atua na UPA de Matinhos

João Paulo e a mãe, Irene, indígena da aldeia Laranjinha

Há muitas histórias espalhadas pelo caminho que separa uma aldeia indígena do interior do Paraná de uma solenidade de formatura virtual – a primeira da Universidade Federal do Paraná (UFPR). Mas separar talvez não seja o verbo mais adequado para contar como João Paulo Guergolet, indígena da etnia Guarani Nhandewa da aldeia Laranjinha, localizada no município de Santa Amélia (PR), tornou-se médico. Unir é a palavra mais adequada e mais simbólica para explicar como sua identidade é, hoje, parte do seu trabalho e da forma como enxerga a medicina. :: LEIA MAIS »



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia