A ação foi realizada ontem pela PF (Polícia Federal ) e Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Renováveis).

Segundo a informação , a operação destruiu acampamento  empregados na atividade criminosa. Ninguém foi preso.
As autoridades já haviam destruído o mesmo local em Outubro de 2019.  O  garimpo ilegal foi descoberto  partir de informações coletadas pela PF. “Foi realizada uma ação ostensiva no interior da terra indígena para interromper a atividade de garimpo ilegal e proceder as autuações necessárias”, divulgou o órgão.A ação contou com a participação de dois helicópteros a quantia de agentes não foi divulgado , garimpeiros gravaram um vídeo e divulgaram a ocorrência.
A operação, ao chegar ao local, não flagrou nenhuma pessoa. Segundo os garimpeiros as , maquinas foram escondidas na mata. A operação foi na Terra Indígena Apyterewa, município de São Félix do Xingu.

*Jornal Folha do Progresso