WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

secom bahia


fevereiro 2020
D S T Q Q S S
« jan    
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829


BA: Demarcação de Terra Indígena será discutida em audiência na Assembleia

AUDIENCIA INDIGENA3

O Movimento Unido dos Povos e Organizações Indígenas da Bahia (Mupoiba) participará na próxima segunda-feira (17), da audiência Publica intitulada (Demarcação de Terra do Povo Tupinambá de Olivença), que acontecerá na Assembleia Legislativa do Estado, promovida pela Frente Parlamentar Ambientalista da Bahia. A audiência discutirá com diferentes esferas públicas, o impacto da ausência da demarcação de terras na vida dos povos originários e também uma decisão do Ministério da Justiça.

Para o deputado estadual Marcelino Galo, o governo Bolsonaro tem insistido em não reconhecer os territórios indígenas do no país, afirmando recentemente que se depender dele não irá mais acontecer nenhuma demarcação de terras. O deputado, disse ainda que depois de um ofício do Ministro da Justiça, Sérgio Moro, de 30 de dezembro de 2019, devolveu 17 processos de demarcação de terras à Funai, dentre elas dos povos Indígenas Tupinambá de Olivença “Não podemos nos calar e nem aceitar que estas atitudes continuem a acontecer”, enfatizou Marcelino Galo, que também é membro da comissão.

Da Redação

FORUMEIBA: Representantes da educação indígena do estado reunidos em Salvador

Lideranças indígenas em encontro na capital do estado discutindo a educação indígena. Fotos: Rede Socias.

Entre os dias 10 e 11 de fevereiro estarão reunidos em Salvador, uma comissão do Fórum de Educação Indígena da Bahia – FORUMEIBA, para discutir e alinhar a articulação de ações de 2020 para a educação indígena da Bahia. Presentes ao evento além dos membros da comissão, caciques, professores, lideranças indígenas de diversas etnias do estado, e representantes da secretaria estadual de educação, e de coordenações de educação escolar indígenas dos municípios.

:: LEIA MAIS »

Bean to Bar Experience terá visita a fazenda de cacau no Sul da Bahia como prêmio

cacau-fr-587

Curso integra programação do Chocolat São Paulo 202

:: LEIA MAIS »

Quem são os indígenas isolados: E como o governo lida com eles?

ÁREA ONDE VIVE UM GRUPO INDÍGENA ISOLADO, NO ACRE

A Funai (Fundação Nacional do Índio) confirmou, na quarta-feira (5) a nomeação do antropólogo Ricardo Lopes Dias como coordenador da seção responsável por proteger os chamados indígenas isolados, que têm pouco ou nenhum contato com outros grupos.

Antes mesmo de a nomeação ser publicada em Diário Oficial, entidades e lideranças indígenas vinham criticando o nome de Lopes Dias pelo antropólogo ter atuado como missionário no passado.

O novo coordenador foi ligado, nos anos 1990, à Missão Novas Tribos do Brasil, conhecida por promover a evangelização de indígenas. Atuou no Vale do Javari, no interior do Amazonas, região onde há diversos registros de indígenas isolados. Ao deixar a Amazônia, foi professor em universidades vinculadas a entidades evangélicas.

:: LEIA MAIS »

PI:Comunidade indígena realiza Feira da Agricultura Familiar em Piripiri

PIPIP

Foi realizada neste sábado (08) a segunda Feira da Agricultura Familiar na comunidade Indígena Canto da Várzea, município de Piripiri. A gerente do Programa de Aquisição de Alimentos da Secretaria Estadual de Agricultura Familiar (Saf), Jirles Machado, representou a Superintendência dos Programas Para a Agricultura Familiar no evento, que reuniu agricultores, agricultoras e representantes de tribos indígenas locais. :: LEIA MAIS »

Cabrália: Secretaria Indígena discute parceria e fortalecimento do movimento

REUNIAO CABRALIA2

A Secretaria Municipal de Assuntos Indígenas de Santa Cruz Cabrália, se reuniu na última terça feira, 04/02, com líderes de organizações e instituições indígenas para discutir um plano conjunto de parceria e aliança, a fim de fortalecer a luta na defesa dos direitos indígenas constitucionais, principalmente a demarcação e regularização fundiária dos territórios indígenas no Extremo Sul da Bahia. Nesta agenda esteve presente, o Cacique Aruã Pataxó, Presidente da FINPAT; Kähú Pataxó, Coordenador Geral do MUPOIBA; Siratã Pataxó, Presidente do Conselho de Caciques Pataxó e Tupinambá; Roberto de Jesus, Presidente do Conselho de Caciques do Território Ponta Grande; Fred Ferreira, Cacique da Aldeia Pataxó Mirapé, e Juari Braz, que é o Secretário Municipal de Assuntos Indígenas. Na reunião, após o primeiro diálogo entre os líderes, ficou agendado outro encontro de planejamento de agenda de trabalho do movimento indígena para o dia 17/02/2020, com participação de todos os caciques e lideranças que compõe o Conselho de Caciques.

Miliciano ligado a Flávio Bolsonaro é morto na Bahia

Adriano-da-Nóbrega-e-Flávio-Bolsonaro

 Miliciano Adriano Nóbrega morre em confronto com policiais na Bahia

Contra ele, havia um mandado de prisão expedido em janeiro de 2019. Suspeito estava escondido na cidade de Esplanada.

Apontado como o chefe do Escritório do Crime, o miliciano Adriano Magalhães de Nóbrega morreu após um confronto com policiais militares, na manhã deste domingo (9), na zona rural da cidade de Esplanada. Contra ele, havia um mandado de prisão expedido em janeiro de 2019.

O Escritório do Crime é o grupo de matadores de aluguel atuante no estado do Rio de Janeiro suspeito de ter ligação com o assassinato de Marielle Franco. :: LEIA MAIS »

Medicamento cubano é produzido na China para enfrentar surto de coronavírus

O antiviral IFNrec é apontado como um dos medicamentos capazes de curar a nova mutação do vírus.

O antiviral IFNrec é apontado como um dos medicamentos capazes de curar a nova mutação do vírus

Medicamento é produzido na fábrica binacional Chang Heber, uma iniciativa de intercâmbio biotecnológico entre o país asiático e Cuba – Unsplash

Em sua batalha contra o surto de coronavírus, a China passou a produzir um medicamento antiviral de origem cubana, o Interferón alfa 2B (IFNrec). Um dos principais produtos biotecnológicos do país caribenho, ele é considerado um dos possíveis medicamentos capaz de curar o novo agente do coronavírus (nCoV-2019), como informou o embaixador cubano Carlos Miguel Pereira. :: LEIA MAIS »

Conselho indígena irá à Justiça contra posse de coordenador da Funai

640x480-f8fe230221e5309162307b8fefd42217

Conselho do Povo Terena considerou discurso do capitão reformado José Magalhães “racista”, “retrógrado” e “anticonstitucional”

Racista, retrógrado, preconceituoso e anticonstitucional são alguns dos termos usados por indígenas de Mato Grosso do Sul sobre o discurso adotado pelo novo coordenador regional da Funai (Fundação Nacional do Índio) de Campo Grande. O capitão reformado do Exército, José Magalhães Filho, diz que é preciso “socializar o índio” e sugere, inclusive, casamento de meninas com brancos. O Conselho do Povo Terena irá protocolar ação na Justiça Federal pedindo a impugnação dele do cargo. :: LEIA MAIS »

MT: BiblioÓca deve ser construída com objetivo de preservar os valores indígenas

Na foto mostra a “Biblioteca Itinerante Oca Cultural”, que é uma iniciativa dos índios Tupinambá de Olivença na Bahia.

Com o objetivo de preservar e valorizar a memória do povo indígena, a Secretaria Estadual de Cultura (Secel) anunciou, na quarta-feira (5), a construção da primeira biblioteca indígena do estado. A BiblioÓca será instalada na comunidade de Rikbaktsa, localizada às margens do rio Juruena, na divisa dos municípios de Brasnorte e Juína, a 580 km e 737 km de Cuiabá, respectivamente.

De acordo com o projeto que deve ser desenvolvido pelos indígenas que cursam arquitetura na Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), o espaço cultural será construído pelo povo Rikbaktsa, respeitando a arquitetura e o modo de vida local.

:: LEIA MAIS »



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia