WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

embasa secom bahia secom bahia
maio 2020
D S T Q Q S S
« abr   jun »
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  


:: 31/mai/2020 . 21:49

FEMINICÍDIO: Índia é morta dentro de aldeia em Itaju do Colônia, sul da Bahia

A indígena Laureana Pataxó, era irmã do Cacique Jean Pataxó. Foto redes socias

Uma jovem índia foi morta na noite neste sábado (30) em uma reserva indígena, aldeia Bahetá, na cidade Itajú do Colônia, no sul da Bahia. Com 28 anos, Laureana Ferreira Borges, da etnia Pataxó Hahahãe, foi atingida por tiros disparados pelo seu próprio marido, dentro do banheiro de sua própria casa. O suspeito foi preso pela PM na Fazenda Bodas de Ouro, no distrito de Palmira e apresentado na delegacia de Plantão em Itabuna. Jefferson Dias, 24 anos, confessou o crime e ainda disse onde a arma estava. A indígena Laureana Pataxó, era irmã do Cacique Jean Pataxó, e muito querida na aldeia, deixa dois filhos, entre eles um bebê de 11 meses.

Em nota a  deputada estadual Neusa Cadore, que é Presidenta da Comissão dos Direitos Humanos e Segurança da Assembleia Legislativa da Bahia, se solidarizou com o ocorrido, além do prefeito de Itajú do Colônia e da vereadora indígena Sheila Payaya. Confira a nota na íntegra abaixo, e mais outras manifestações:

:: LEIA MAIS »

RO: Grupo é preso por extrair madeira de Terra Indígena em Vilhena

As toras transportadas no caminhão teriam sido derrubadas na Terra Indígena Tubarão Latunde. Foto: Redes socias

PM foi quem flagrou o crime ambiental, segundo a PF. Caso vai continuar sendo investigado.

Três homens foram presos por extração ilegal de madeira em Vilhena (RO), no Cone Sul, no fim da tarde de sexta-feira (29). Segundo a Polícia Federal (PF), a Polícia Militar (PM) foi quem flagrou o crime ambiental. A prisão dos suspeitos ocorreu quando eles transportavam cargas de madeira em caminhões. Não foi divulgado o local exato da prisão e nem informações de quem são os madeireiros.

:: LEIA MAIS »

Quase 10% dos casos de Covid-19 em indígenas do País estão no CE

O assessor jurídico Weibe Tapeba ressalta que a subnotificação mascara uma realidade ainda pior entre os indígenas. Foto: Foto: Fabiane de Paula

Com 110 casos confirmados, o Estado registra o segundo maior número de infectados no território nacional, ficando atrás, apenas, do Território Indígena do Alto Rio Solimões (319), no Amazonas, segundo boletim da Sesai

O Ceará é o primeiro Estado do Nordeste e segundo brasileiro em número de casos de Covid-19 em povos indígenas, segundo boletim da Secretaria Especial de Saúde Indígena (Sesai), do Ministério da Saúde, desta quinta-feira (28). Em um intervalo de três dias, o Estado registrou aumento de 38 casos confirmados da doença, chegando a 110 notificações, o que representa 9,83% do total de confirmações de todo o território nacional  1.119 casos.

:: LEIA MAIS »

Djuena Tikuna: “Falta de ajuda faz índio buscar medicina tradicional”, diz artista

 e5c0236152d001ab13ba1db2e2491d8d-1

Cantora e compositora indígena trata música como ferramenta de resistência

Cantora do povo Tikuna, Djuena nasceu em Umariaçu, comunidade indígena na fronteira entre o Brasil, Peru e Colômbia. Na infância, acompanhou de perto as manifestações culturais dos índios amazônicos. Em Manaus, participou de trabalhos no teatro e no cinema. Com os irmãos, montou o grupo Magüta. Produziu ainda um documentário que mostra um panorama das principais manifestações musicais de sua nação indígena. :: LEIA MAIS »



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia